Primeiro HWA Evo foi finalmente produzido

Clássicos 04 Jul 2024

Primeiro HWA Evo foi finalmente produzido

No início dos anos 80, a Mercedes-Benz queria dominar o Campeonato do Mundo de Ralis e, para isso, iniciou o desenvolvimento da sua arma com base no modelo 190E W201, nascendo assim o 190E 2.3-16V, equipado com um motor desenvolvido em conjunto com a Cosworth e com 185cv de potência. No entanto, pouco tempo depois a Audi entrava em jogo com um sistema revolucionário de tracção integral no Audi Quattro, fazendo com que o projecto da Mercedes-Benz não fosse competitivo, pelo menos nos ralis, devido ao facto de contar apenas com tracção traseira.


Ainda assim, o projecto não foi posto de lado e a marca germânica olhou para o DTM como um possível escape. Como as batalhas travadas com a BMW eram intensas, ambas as marcas queriam ter o melhor e os automóveis foram evoluindo progressivamente, culminando no caso da marca da estrela no 190E 2.5-16V em 1988. Este motor de maior cilindrada desenvolve 204cv de potência ou 200cv, se equipado com catalisador (na versão de estrada).


No entanto, o melhoramento do modelo não se ficou por aqui e a Mercedes-Benz lançou o 190E 2.5-16V Evolution em Março de 1989, com maior ênfase na aerodinâmica. Ainda assim, o motor foi também alterado, com uma diminuição no curso do pistão e um aumento de diâmetro para aumentar a rotação, com a potência a subir apenas para os 205cv.


Um ano depois, é lançado o mais extremo 190E 2.5-16V Evolution II, com uma aerodinâmica muito mais apurada, com um coeficiente de apenas 0.29, e o motor a debitar 235cv às 7200rpm e 245Nm de binário às 5000rpm. Este seria sem dúvida o modelo derradeiro e que mais se assemelhava ao seu irmão de competição, sendo disso exemplo a suspensão ajustável a partir do interior.


Na época em que o 190 estava no mercado, a AMG ainda não fazia parte do seio da Mercedes-Benz, apesar de já manter uma relação muito estreita com esta, como é exemplo a opção do AMG Power Pack nos 190 com a adição de 25cv. Obviamente que não poderia faltar a equipa da AMG no DTM, sendo que a própria marca aproveitou a sua estrutura para a equipa oficial, designada de AMG-Mercedes, a qual acabaria por alcançar a vitória através das mãos de Klaus Ludwig em 1992.


A AMG tem como significado Aufrecht, Melcher e Großaspach, sendo os dois primeiros nomes os sobrenomes dos fundadores Hans Werner Aufrecht e Erhard Melcher, e a última palavra a terra natal de Aufrecht. A AMG foi absorvida na totalidade pela Mercedes-Benz no final do século XX, sendo a subsidiária de alta performance da marca germânica, conhecida actualmente por Mercedes-AMG.


Isto não fez com que Hans Werner Aufrecht deixasse os Mercedes-Benz “em paz” e, assim, meteu mãos à obra, fundando em 1999 a sua empresa, a HWA, com o objectivo de produzir automóveis de competição e de baixa produção para a Mercedes-Benz, como no caso dos CLK GTR de estrada e dos vários Mercedes-Benz de competição da categoria GT3.


No passado mês de Janeiro demos conta do seu novo restomod, tendo por base o Mercedes-Benz 190E, inspirando-se nos icónicos 190E Evolution II e agora vemos finalmente as imagens da primeira unidade construída, ainda que sendo um protótipo, não tendo portanto o interior finalizado.


Designado apenas HWA EVO, este alberga debaixo do capot um motor V6 Twin-Turbo de 3,0L de cilindrada oriundo da AMG com uma potência na ordem dos 450cv, enviada para as rodas traseiras através de uma caixa manual de seis velocidades e com um eixo construído em fibra de carbono. A suspensão é de triângulos sobrepostos nas quatro rodas para uma melhor eficácia em condução extrema.


O exterior foi desenhado por Edgar Chu, designer dos automóveis GT3 da AMG, e a carroçaria é construída com recurso a fibra de carbono. No interior é acrescentada uma rollcage segundo as normas FIA, a qual aumenta a segurança e a rigidez estrutural do automóvel.


O preço desta beldade não é barato: começa nos 700 mil euros (sem impostos), e serão vendidos através da Curated, um stand americano especialista em automóveis raros e de coleccionador. Por falar em raridade, a HWA apenas irá construir 100 exemplares do EVO, tendo por base Mercedes-Benz 190E tradicionais e não os 2.5-16V, e as primeiras unidades começarão a ser entregues no Verão de 2025.


Classificados

Deixe um comentário

Please Login to comment

Siga-nos nas Redes Sociais

FacebookInstagramYoutube