O Ferrari 250 GT SWB Berlinetta Competizione com uma história de sucesso na competição

Clássicos 26 Jun 2024

O Ferrari 250 GT SWB Berlinetta Competizione com uma história de sucesso na competição

Nos anos 50, nascia uma série de automóveis de competição e de estrada que marcaria a história da Ferrari para sempre, os Ferrari 250 – uma linha com grande sucesso para a marca nos seus primeiros anos de vida. Estes modelos caracterizam-se por, na sua grande maioria, utilizar o motor Colombo V12 de 3,0L de cilindrada, conhecido pela sua leveza e imensa potência. A designação do modelo (250) provém precisamente do motor, correspondendo à capacidade unitária de cada cilindro.


Em 1959 é lançado um dos mais magistrais modelos da série 250, o Ferrari 250 GT SWB Berlinetta, que tem por base o chassis com a menor distância entre eixos para uma condução mais apurada a alta velocidade. Este modelo foi desenvolvido pelos grandes nomes da Ferrari, Giotto Bizzarrini, Carlo Chiti e Mauro Forghieri. No total foram produzidos 176 exemplares, com carroçarias construídas pela Scaglietti, tanto em alumínio como em aço, e motores com potências entre os 240 e os 280cv. Foi neste modelo que foram introduzidos discos de travão nas quatro rodas pela primeira vez num Ferrari.


Presente neste artigo está um Ferrari 250 GT SWB Berlinetta Competizione com o chassis número 1773 GT, foi terminado a 16 de Março de 1960 e pintado na cor Giallo com interior em Pelle Verde. Por ser o modelo destinado à competição, tem a carroçaria em alumínio (tendo sido apenas construídos 45 exemplares assim nesse ano), e o motor mais potente, o Tipo 168B.


Foi um modelo que teve bastante sucesso nas pistas na sua época, sendo que a sua primeira casa foi nada mais nada menos que a equipa de Luigi Chinetti, a North American Racing Team e a sua estreia nas 12h de Sebring, terminando em quinto da sua classe e sétimo da geral, anunciou desde logo um bom presságio. Nas 20 corridas em que participou terminou no pódio em 14 ocasiões. Após o término da sua carreira desportiva, este 250 GT SWB passou de colecção em colecção.


No passado dia 31 de Janeiro foi vendido num leilão organizado em Paris pela RM Sotheby’s, sendo arrematado por 10,15 milhões de euros.


Classificados

Deixe um comentário

Please Login to comment

Siga-nos nas Redes Sociais

FacebookInstagramYoutube