O BMW Z4 inspirado no 507 de Elvis Presley

Modernos 23 Mai 2024

O BMW Z4 inspirado no 507 de Elvis Presley

Em 1956 a BMW lançava um dos mais bonitos automóveis alguma vez produzidos pela marca, o descapotável 507 desenhado por Albrecht von Goertz. Apesar da economia global ainda estar a recuperar devido aos danos causados pela Segunda Guerra Mundial, a BMW decidiu seguir o caminho do luxo, muito por culpa de Max Hoffman, o importador da BMW em Nova Iorque, que procurou orientar nesse mesmo sentido. Decorria o ano de 1954, quando Hoffman convenceu a BMW a produzir um descapotável com base nas berlinas 501 e 502, pois a BMW não tinha nenhum modelo para competir nesse segmento, principalmente com o Mercedes-Benz 300 SL.


Inicialmente o preço de venda ao público seria bastante competitivo, no entanto, por erros de cálculo, os custos de produção aumentarem exponencialmente, apesar de Fritz Fiedler, que era o responsável pelo 507, ter utilizado o maior número de peças possível de outros modelos da marca. Isto fez disparar o preço do automóvel e, consequentemente, afastou potenciais clientes, pois o valor de venda deveria tê-lo situado entre o Porsche 356 e o Mercedes-Benz 300 SL, mas isso não aconteceu. Entre 1956 e 1960, somente 252 exemplares foram produzidos e, segundo consta, a BMW perdeu dinheiro em todos eles.


O BMW 507 está equipado com o motor V8 M507/1 construído em alumínio, com 16 válvulas à cabeça, dois carburadores duplos Zenith 32NDIX e 3,2 litros de cilindrada, produzindo 150cv às 5.000rpm, um valor bastante bom para a época. Este propulsor é derivado do utilizado na berlina BMW 503, mas aqui com árvores de cames mais agressivas e uma maior taxa de compressão, de forma a incrementar a potência. Acoplado ao motor está uma caixa manual de quatro velocidades da ZF de relações curtas. O peso total do 507 é de 1300 quilos, pois era produzido totalmente à mão em alumínio, o que faz com que nenhum exemplar acabasse por ser igual.


Com naturalidade, viria a ser o automóvel escolhido por diversas estrelas, e Elvis Presley não foi excepção, adquirindo um exemplar branco com interior vermelho em Dezembro de 1958, que tinha sido propriedade do piloto Hans Stuck.


Foi com inspiração nesse BMW 507 branco de Elvis que a empresa alemã estella Fahrzeugtechnik decidiu converter um BMW Z4 M40i de 2021 numa interpretação moderna do que seria o 507, caso este estivesse em produção nos dias de hoje.


Designado de Tender 5.7, este não deixa nenhum traço da carroçaria original, sendo esta totalmente modificada em fibra de carbono. O motor de seis cilindros em linha viu o seu turbo ser alterado, assim como o sistema de escape, que foi substituído por um produzido pela Bastuck. A potência fixa-se nos 500cv e o binário nos 650Nm.


Actualmente, este primeiro exemplar produzido encontra-se à venda por 288 mil euros.


Classificados

Deixe um comentário

Please Login to comment

Siga-nos nas Redes Sociais

FacebookInstagramYoutube