O passeio a Ronda à chuva do Club MX-5 Portugal

Eventos 03 Abr 2024

O passeio a Ronda à chuva do Club MX-5 Portugal

Ronda, na vizinha Espanha, foi o palco de imensa parte das actividades daquele que foi o mais recente encontro do Club MX-5 Portugal, uma viagem além-fronteiras que decorreu de 27 a 31 de Março, misturando-se nela as já habituais componentes de história, cultura, paisagens e degustação, devidamente acompanhadas de muita chuva, servida por S. Pedro em doses bastante significativas.

Integrado no fim-de semana de Páscoa, este primeiro passeio de 2024 teve início na quarta-Feira, dia 27, com a concentração da meia centena de convivas, no Hotel Beja Parque, na centenária capital de distrito com o mesmo nome, para um primeiro repasto e briefing inicial para este evento que, por múltiplas razões, viria a revelar-se memorável.

A pernoita nessa unidade hoteleira antecipou a saída para a estrada pelas 9h do dia seguinte dos 25 Mazda MX-5, sempre acompanhados de perto pelas viaturas e elementos da organização, rumando à icónica cidade edificada no cimo de uma montanha, na província espanhola de Málaga. Atravessaram a fronteira até Jabugo, em Huelva, local da primeira componente cultural, numa visita ao conceituado Museu del Jamón de Aracena, naturalmente com a prova desta iguaria. A pouca distância distou o ponto de paragem seguinte – o restaurante Las Bellotas bem no coração do Parque Natural de la Sierra de Aracena y Picos de Aroche, antiga quinta andaluz completamente renovada, que deu a provar o melhor da gastronomia tradicional local.


O grupo far-se-ia de novo à estrada para retomar o percurso, com os pequenos roadsters, nas suas diferentes gerações, a terem Ronda como destino, numa longa viagem intervalada com paragens para retemperar as forças e troca das primeiras histórias. Chegadas ao destino ao final da tarde, as máquinas seriam estacionadas no Parque Plaza del Socorro, dando os seus condutores e acompanhantes entrada no Hotel Don Miguel, a unidade que serviu de base ao restante programa. Deram-se, depois, os primeiros passeios pelas ruas da cidade que encima o desfiladeiro, num dia que terminaria com o jantar e o briefing para o dia seguinte.

Com os Mazda MX-5 bem resguardados da muita chuva que quase sempre acompanhou o grupo, a sexta-feira começou com uma viagem de autocarro até Setenil de las Bodegas, localidade de enorme beleza e com uma traça urbana original. De elevado declive, a mesma desce desde o castelo e adapta-se ao percurso do rio, conferindo-lhe uma singular disposição, nomeadamente na sua secção mais baixa, onde se aproveitou a erosão da rocha pelo rio para a construção de muitas das suas casas. Brindados com doces locais, todos regressaram depois a Ronda para o almoço, servido no Restaurante Pedro Romero, espaço onde a cozinha tradicional local se mistura com uma espécie de Museu Tauromáquico, onde se expõem mais de um milhar de cartazes e fotografias alusivos à temática.

Por falar em tauromaquia, o início da tarde contemplou uma visita guiada por Ronda e à sua Plaza de Toros, um espaço com 66 metros de diâmetro, rodeado por uma passagem formada por dois anéis de pedra, com dois níveis de bancadas e um total de 136 pilares, formando 68 arcos, integrando um Camarote Real de tecto inclinado, coberto por telhas árabes. Suficientemente larga para permitir a entrada de cavalos e carruagens na arena, a sua entrada principal tem duas colunas toscanas, exibindo o escudo real de Espanha rodeado por um rebordo barroco, sendo encimada por um balcão de ferro forjado, que personifica precisamente a cultura tauromáquica.

Em época de Páscoa, o S. Pedro estragou a festa do típico pôr-do-sol local

Para o final da tarde, a organização previra a observação de um dos tão conceituados pores-do-sol locais, algo inviabilizado pela constante chuva que teimava em cair. Ainda assim, muitas foram as fotos tiradas do Puente Nuevo, magnífica ponte em pedra, varanda panorâmica sobre o desfiladeiro El Tajo, separador natural da cidade nova, fundada no Século XV, da cidade velha, dos tempos da ocupação moura. Dando continuidade aos pontos de degustação de iguarias locais, o jantar decorreu no Restaurante Abades Ronda, espaço em que em condições de tempo mais favoráveis permitiria desfrutar e contemplar o infinito e os espectaculares pores-do-sol, a partir da sua terraza mirador.

Findas as actividades locais, era hora do regresso a casa, um processo iniciado na manhã de Sábado, regressando os Mazda MX-5 à estrada, tendo Sevilla como ponto de paragem, para almoço no Restaurante Mesón Toni. Seguiu-se a entrada em Portugal por Vila Real de Santo António, rumo ao último ponto cultural, o Museu do Atum, em Tavira, espaço que deu a conhecer a importância desta actividade de onde outrora se retirou parte do sustento da região, destacando-se no local uma maqueta das armações de pesca usadas em alto-mar e diversas miniaturas das embarcações.

Este Passeio a Ronda, primeiro encontro do Club MX-5 Portugal no presente ano, encerrou com um jantar e pernoita no Hotel Vila Galé – Tavira, tendo a organização partilhado que o próximo passeio decorrerá em Setembro, em local ainda a definir. Para os que escolheram pernoitar em Tavira, o dia de Domingo serviu-se de um regresso calmo e seguro a casa.

Todas estas e outras informações estão disponíveis nas plataformas oficiais do Club MX-5 Portugal, quer no portal www.clubmx-5.com, quer na página de Facebook (nota: Grupo Fechado). Mais esclarecimentos poderão ser obtidos através do email geral@clubmx-5.com.pt ou ainda pelo telefone (+351) 218 258 625.

Fonte: Club MX-5 Portugal

Classificados

Deixe um comentário

Please Login to comment

Siga-nos nas Redes Sociais

FacebookInstagramYoutube