O primeiro automóvel de F1 da Lotus vai a leilão

Clássicos 01 Abr 2024

O primeiro automóvel de F1 da Lotus vai a leilão

Por Tiago Nova

Decorria o ano de 1958 quando Colin Chapman desenvolveu o seu primeiro monolugar, o Type 12, inicialmente para a Fórmula 2, mas que viria igualmente a competir na Fórmula 1. Com este, Chapman aplicou as suas premissas pelas quais sempre foi conhecido: baixo arrasto aerodinâmico e baixo peso, com um chassis tubular coberto por uma carroçaria produzida em alumínio, totalizando apenas 320kg de peso. Em resumo: “Simplify, then add lightness” (“Simplificar, depois acrescentar leveza”, em tradução livre).


Para locomover o Type 12, Chapman escolheu o motor de quatro cilindros em linha Coventry-Climax FPF de 2,0L de cilindrada e duas árvores de cames à cabeça, debitando 175cv de potência. A potência é enviada para as rodas traseiras através de uma caixa manual de cinco velocidades transaxle da Ansdale-Mundy, com accionamento sequencial, e diferencial ZF.


No total, sete chassis do Lotus Type 12 foram construídos, dos quais cinco competiram pela equipa oficial.


Neste eartigo encontramos o Lotus Type 12 com o chassis número 353 com que Graham Hill se estreou na Fórmula 1 inicialmente em Silverstone e, posteriormente, no Grande Prémio do Mónaco de 1958. Em 1959 foi vendido a John Fisher que colocou a competir ao volante Bruce Halford e a italiana Maria Teresa de Filippis, a bordo deste mesmo exemplar.


No próximo dia 10 de Maio, este Type 12 irá regressar ao Mónaco para o leilão Les Grandes Marques à Monaco organizado pela Bonhams. O seu valor estimado de venda situa-se entre os 290 e os 390 mil euros.


Deixe um comentário

Please Login to comment

Siga-nos nas Redes Sociais

FacebookInstagramYoutube