Kimera EVO38: O novo sonho que a Lancia não produziu

Clássicos 29 Fev 2024

Kimera EVO38: O novo sonho que a Lancia não produziu

Após o sucesso do EVO37, com o qual se apresentou ao mundo, a Kimera revela o EVO38, uma nova e última evolução de um conceito de automóveis concebidos para as corridas e disponibilizados para a rua, puros, analógicos e mecânicos, forjados pela inspiração criativa, manual, artesanal e humana nascida de uma nobre dinastia de modelos.

O novíssimo Kimera EVO38, apresentado no Salão de Genebra no recente dia 22, não pode ser realmente definido como um simples restomod; é, antes, uma interpretação extrema desta filosofia, mais comparável a um ‘one-off’ – mesmo que produzido em números muito reduzidos (mais precisamente, numa edição limitada a 38 unidades). É um ultra-desportivo assim já nascido que, dos seus nobres progenitores, adquire a forte inspiração que permeia o seu ADN, moldando-se à sua própria imagem e semelhança, tornando-se o seu herdeiro universal.

O estilo do EVO38 torna-se mais contemporâneo e proporciona uma presença repleta de carácter, com linhas mais decididas e definidas e um pacote técnico de extraordinária excelência, representando bem a continuidade cultural e o know-how de que a Kimera Automobili é embaixadora, consolidando ainda mais este belo conto de fadas empresarial italiano, que parece recordar aventuras de tempos passados, mas que a península itálica ainda é capaz de forjar.


A potência do motor foi aumentada, tocando o limiar dos 600 cavalos, graças à reengenharia de numerosos componentes: o turbocompressor é maior e trabalha sempre em combinação com o compressor volumétrico para uma gestão ainda mais evoluída e melhorada; a embraiagem, de actuação electrónica, também graças à ajuda de uma válvula de pop-off eléctrica, garante um desempenho constante, rápido e pleno, criando um verdadeiro anti-lag.

A regulação da ignição varia consideravelmente com as novas cames, válvulas e molas que evoluíram para permitir um aumento da velocidade e potência máximas do motor, mas também um incremento substancial do binário (cerca de 580Nm) já disponível a partir de baixas rotações.

Ao contrário do anterior EVO37, o 38 torna-se agora integrale (o termo italiano para tracção nas quatro rodas), com a utilização de um sistema moderno e sofisticado com controlo de repartição e bloqueio diferencial electro-hidráulico.

Este sistema – tal como nos mais sofisticados automóveis de rally do início do milénio – permite que os diferenciais sejam calibrados directamente a partir do cockpit, oferecendo ao condutor a possibilidade de gerir a percentagem de distribuição de tracção entre as rodas dianteiras e traseiras, bem como a possibilidade de gerir o bloqueio diferencial.

O chassis dianteiro terá uma disposição moderna de suspensão push-rod, enquanto a traseira mantém o amortecedor central com a mola lateral dupla, típica dos carros de Grupo B dos anos 80, fiel à dinastia nobre do automóvel.

A partir do interior, e através de comandos no volante, existe a possibilidade de ajustar as definições da suspensão através de amortecedores motorizados e de um sistema de elevação para adaptar a distância ao solo do automóvel a condições diferentes da condução normal em estrada: pista, caminhos irregulares, estradas de gravilha e até vias perfeitas para uma condução especial.

“Decidi não trabalhar com a minha família, seguir o meu próprio caminho, ser piloto de corridas. Keeping My Road (Seguir o Meu Caminho, em tradução livre). As iniciais eram K-M-R e assim nasceu a KIMERA. Na mitologia, é uma leoa com os chifres de um carneiro, a cauda de uma serpente e as asas de uma águia. Em italiano, também assume o significado de ‘sonho interminável’, que nem sempre tem uma alusão positiva. Mas para mim é, porque sonhar é a forma mais bonita de viver e a minha vida não poderia ser de outra maneira”, afirma Luca Betti, da Kimera Automobili.

Os preços não foram ainda revelados, mas tendo em conta que o EVO37 era disponibilizado a partir dos 480 mil euros, estimamos uma etiqueta superior para este sonho que responde à pergunta ‘como poderia ser o sucessor do já de si fantástico e irrepetível Lancia 037‘.

Fonte: Kimera Automobili

 

Deixe um comentário

Please Login to comment

Siga-nos nas Redes Sociais

FacebookInstagramYoutube