O único Aston Martin DB2/4 Coupe produzido pela Bertone

Clássicos 11 Fev 2024

O único Aston Martin DB2/4 Coupe produzido pela Bertone

O Aston Martin DB2/4 foi lançado em 1953, sendo o segundo automóvel de produção concebido pela Aston Martin sob a direcção de David Brown, um industrial abastado, que geria a empresa de tractores agrícolas da família. Foi sob a sua égide que foram lançados os icónicos modelos DB da Aston Martin, numa referência às suas iniciais.


Tendo por base o Aston Martin DB2, desenhado por John Turner quando tinha apenas 17 anos, o DB2/4 possuía agora dois lugares traseiros, daí o 4 na designação. Foi inicialmente equipado com um motor de seis cilindros em linha da Lagonda, concebido por W.O. Bentley, com dupla árvore de cames à cabeça, de 2,6 litros de cilindrada, e que debitava 125cv de potência. Posteriormente, a cilindrada aumentou para os 2,9 litros, passando a potência para os 140cv. O DB2/4 tinha prestações espetaculares para a época, atingindo cerca de 193km/h de velocidade máxima.


No total, foram produzidos 764 exemplares do DB2/4, de 1953 a 1957, distribuídos pelas séries Mark I e Mark II, disponível nas carroçarias Fixed Head e Drophead, assim como alguns carroçados pela Bertone e Touring.


A Carrozzeria Bertone produziu sete Aston Martin DB2/4 especiais a pedido de Stanley “Wacky” Arnolt e desenhados por Franco Scaglione, sendo que todos eles são descapotáveis, com a excepção do exemplar que encontramos no presente artigo. Estes modelos iriam ser vendidos como Arnolt-Aston, tal como vários modelos anteriores produzidos pela Bertone a pedido de Stanley, mas a Aston Martin não deixou que isso acontecesse, deixando de fornecer os automóveis à Bertone.


Este único Aston Martin DB2/4 Coupe produzido pela Bertone acredita-se que foi destinado a Henri Pigozzi, fundador da Simca, até porque os farolins traseiros foram retirados de um Simca, e foi utilizado no Salão de Turim de 1957 e 1958 pela Bertone para estar em exposição no seu stand. Está totalmente original e recebeu um restaurou profundo recentemente.


No passado dia 8 de Dezembro de 2023 foi levado a leilão, num evento levado a cabo pela RM Sotheby’s em Nova Iorque, sendo vendido por 1,105 milhões de dólares, pouco mais de um milhão de euros.


Classificados

Deixe um comentário

Please Login to comment

Siga-nos nas Redes Sociais

FacebookInstagramYoutube