Rétromobile 2024: Um salão recheado de surpresas

Eventos 08 Fev 2024

Rétromobile 2024: Um salão recheado de surpresas

Por Jean Luc Despierre

Na sua 48ª edição, o Rétromobile apresentava 73.000 m2 de exposição, 620 expositores, numerosos clubes de marcas, vendedores de peças e outros documentos, além de mais de mil automóveis clássicos para descobrir. Esperavam-se mais de 130.000 visitantes, mas este ano não foi apenas isso.

Houve surpresas, como a presença de marcas automóveis modernas como a Renault com o novo protótipo Dacia, a Volkswagen que até apresentou o seu novo Golf, a MG que celebrou o seu centenário, Porsche, Mercedes, Bizzarini, mas também todas as grandes empresas de venda (Car Cave, HK Engineering, Fiskens, Joe Macari, Kidston, Car Collector, Gallery Aaldering, Lukas Huni e Axel Schuete Fine Cars) que apresentaram não só clássicos soberbos para venda, mas também muitos super e hipercarros, o que demonstra uma certa mudança de estratégia e visão no mundo dos automóveis clássicos. De facto, muitos destes supercarros estariam à venda em leilão na casa Artcurial.

De entre as exposições e pontos de interesse, destacaram-se na presente edição: os 100 anos da marca MG; a história do Rali Dakar, com exposição da moto de Thierry Sabine e do protótipo do vencedor Carlos Sainz; a acelebração da Ferrari pela Richard Mille; a exposição do Museu dos Blindados de Saumur (Exército Francês); o centenário do circuito do autódromo de Linas-Montlhéry com exposição de veículos raros; uma exposição de motos excepcionais e sobre a saga da família Monneret; o lançamento do Troféu Retromobile para premiar projectos de restauro de veículos antigos; uma área de motos de 2000 m2; um espaço de Youngtimers e viaturas à venda por menos de 25.000€; muitas animações e conferências ; e ainda encontros com pilotos, tais como Philippe Monneret, Sébastien Loeb, Mark Wilsomore, Cyril Neveu, Jacky Ickx, Magnus Walker, Stéphane Peterhansel, ou ainda Charles Leclerc.


O leilão Artcurial de sexta-feira à tarde, ao qual assistiu um grande público, não atendeu a todas as expectativas, pois as duas estrelas Ferrari (o 250 GT Lusso de 1964 e o 250 GT California Spyder LWB de 1958) não encontraram comprador, com as licitações a pararem em 7,8 milhões de euros. Para mim, o melhor negócio foi um Avion Voisin C14 Aquitaine por Manessius de 1930, vendido por 48.000€ (excluindo custos).

Na mesma semana, houve também um leilão da Osenat (obras-primas do universo automobilístico francês expostas durante o salão, tais como a Delahaye, Delage e Talbot Lago, e vendidas no Sábado na Avenida de Breteuil, em Paris) e um leilão da RM Sotheby’s no Louvre antes do salão.

O Rétromobile 2025 será realizado de 5 a 9 de Fevereiro, na Porta de Versalhes, em Paris.

Fotografias: Jean Luc Despierre


Deixe um comentário

Please Login to comment

Siga-nos nas Redes Sociais

FacebookInstagramYoutube