Snapshot: Elvis Presley e o seu BMW 507

Arquivos 07 Ago 2023

Snapshot: Elvis Presley e o seu BMW 507

O primeiro automóvel de Elvis na Alemanha foi um Volkswagen que acabou, mais tarde, por oferecer ao seu instrutor de karaté, Jurgen Seydel. Porém, em Dezembro de 1958, Elvis Presley decidiu que queria um BMW 507.

O automóvel foi alugado à BMW Glöckler – de facto, era usado e Elvis sabia disso, pois tinha sido conduzido piloto Hans Stuck. No entanto, à estrela rock foi assegurado pelo Sr. Glöckler que “o carro tinha sido muito bem conduzido pelo Sr. Stuck”.

O preço parecia muito razoável – o equivalente a 3750 dólares (cerca de 3400 euros em conversão directa), em vez dos 7160 dólares (aproximadamente 6500 euros) por um automóvel novo. Sem perceber o contrato escrito em alemão, Elvis pensou efectivamente que estaria a comprar o BMW. Mais tarde, e para sua própria surpresa, veio a saber que era apenas um aluguer e que teria de devolver o automóvel quando saísse da Alemanha. Assim, a BMW usou o valor promocional por Elvis conduzir o seu exemplar, enquanto este tinha que o pagar.



Elvis recebeu as chaves do automóvel pelas vésperas do Natal, a 21 de Dezembro de 1958, numa espécie de cerimónia na presença de Uschi Siebert, uma antiga Miss Hessen e na altura conhecida personalidade da televisão. Uma dúzia de fotógrafos e jornalistas documentaram a cena – não se sabe porém ao certo quando tomou posse do automóvel, mas terá sido nos dias seguintes, após uma revisão mecânica e mudança de matrícula.

O BMW 507 branco causaria muitos problemas a Elvis, com algumas fãs a escreverem pela carroçaria diversas saudações, deixando números de telefone e dedicatórias a batom, muitas vezes difíceis de serem completamente removidas. Em Agosto de 1959 Elvis trocaria o BMW branco na BMW Glöckler por um 507 vermelho que conduziria até outubro do mesmo ano.

Esta é mais uma de entre as muitas curiosidades que podemos encontrar na relação entre os automóveis e as estrelas das mais variadas artes. É, também, o embalo perfeito para baixarmos a capota ao final destas tardes de verão e, quiçá ao som do Rei do Rock, conduzirmos os nossos clássicos por essas estradas fora.

Classificados

Deixe um comentário

Please Login to comment

Siga-nos nas Redes Sociais

FacebookInstagramYoutube