Este Mercedes-Benz 500 SEL com peças raras da AMG pertenceu ao actor francês Jean-Paul Belmondo

Clássicos 04 Ago 2023

Este Mercedes-Benz 500 SEL com peças raras da AMG pertenceu ao actor francês Jean-Paul Belmondo

A segunda geração do topo de gama da Mercedes-Benz, o Classe S, também conhecida pelo seu código W126, foi produzida de Dezembro de 1979 até Outubro de 1991, disponível com duas distâncias entre eixos, sendo que na maior o seu código passava a V126 e a sua designação era SEL. No total, foram produzidas 818.063 unidades, sendo por isso o Mercedes-Benz Classe S com mais unidades vendidas, e que mais tempo esteve no mercado. O seu design estava a cargo da equipa de Bruno Sacco.


O seu objectivo principal era o nível de luxo, conforto e segurança, sendo que as performances eram colocadas em segundo plano. Aproveitando esse facto, a AMG decidiu implementar o seu conhecimento, no que às alterações dos modelos da casa de Estugarda dizem respeito, para fornecer modelos com potências mais elevadas, para os seus clientes mais exigentes, ainda de que forma muito limitada. No entanto, para aqueles que queriam apenas o aspecto mais “agressivo”, a AMG também disponibilizava os kits estéticos de exterior e interior separadamente.


E foi exactamente isso que o actor francês Jean-Paul Belmondo fez, adquirindo um 500 SEL na cor Midnight Blue e interior condizente, equipado com o kit completo da AMG, que incluiu as jantes Penta pintadas na cor do automóvel e o volante no interior. Belmondo foi uma das maiores estrelas do cinema francês, conhecido pelos seus trabalhos em À bout de souffle e L’Homme de Rio.


Belmondo adquiriu este W126 em Março de 1984, na versão mais potente disponibilizada na época, com o motor V8 M117 de 5,0L de cilindrada, 231cv de potência e 405Nm de binário, podendo atingir os 230km/h de velocidade máxima. Além do kit AMG, está ainda equipado com o tecto de abrir, cruise control, ar condicionado automático e bancos frontais e traseiros com ajuste eléctrico.


Em 1993, ofereceu este automóvel ao seu guarda-costas, que o manteve até ao passado dia 30 de Junho quando foi levado a leilão, através de um evento da Artcurial aquando das 24h de Le Mans. Foi vendido por 35.760 euros, superando o valor estimado de venda.


Classificados

Deixe um comentário

Please Login to comment

Siga-nos nas Redes Sociais

FacebookInstagramYoutube