Ferrari 250 LM vendido por quase 16 milhões de euros em leilão

Clássicos 13 Jul 2023

Ferrari 250 LM vendido por quase 16 milhões de euros em leilão

No Salão de Paris de 1963 a Ferrari apresentou o seu novo automóvel de competição concebido sob a direcção de Carlo Chiti, o 250 LM, que era a versão fechada do 250 P e produzido sob a regulamentação do Grupo 3 GT, com o objectivo de substituir o icónico 250 GTO. No entanto, desta vez a FIA não homologou o 250 LM em GT, pois a Ferrari não tinha produzido as 100 unidades requeridas, fazendo com que o automóvel competisse como protótipo até ser homologado em Grupo 4, em 1966. No total, até 1965, a Ferrari produziu apenas 32 unidades do 250 LM. Até 2023, o 250 LM tinha sido o último Ferrari a vencer as 24h de Le Mans.


O desenho esteve a cargo da Pininfarina, e a construção da Carrozzeria Scaglietti. Ao nível mecânico, os 250 LM utilizam o mesmo motor do 275 P, o V12 de 3,3L de cilindrada, desenvolvendo 320cv de potência, sendo o primeiro automóvel Ferrari com o motor V12 colocado em posição central. Segundo a nomenclatura da Ferrari, o modelo dever-se-ia chamar 275 LM, no entanto, Enzo Ferrari achou melhor utilizar a designação 250 LM para facilitar a homologação.


Os restantes componentes eram partilhados com o 250 P, como a suspensão totalmente independente às quatro rodas de triângulos sobrepostos, a direcção de pinhão e cremalheira, travões de disco às quatro rodas e a caixa de cinco velocidades. O chassis tubular tinha algumas diferenças, nomeadamente o reforço na zona do tejadilho. O interior foi produzido como se se tratasse de um automóvel de estrada, ao invés de um protótipo de competição.


Presente neste artigo está o 250 LM com o chassis número 5901 e com o número interno 138/LM, sendo o 10º produzido das 32 unidades, com uma particularidade, nunca competiu. Apesar de ter sido levado para 24h de Daytona de 1966, com a equipa NART de Luigi Chinetti, este era o automóvel de reserva e, como não foi necessário, não entrou em pista. Posteriormente, foi vendido a coleccionadores que nunca o colocaram em pista.


No passado dia 6 de Julho foi levado a leilão, através de um evento organizado pela Artcurial especificamente para vender este 250 LM. O seu valor de venda foi de 15.771.200 de euros.


Classificados

Deixe um comentário

Please Login to comment

Siga-nos nas Redes Sociais

FacebookInstagramYoutube