Os segredos escondidos do Mazda Museum de Hiroshim

LifeStyle 06 Mar 2023

Os segredos escondidos do Mazda Museum de Hiroshim

Não é segredo que a Mazda possui uma riquíssima tradição de cultura japonesa. Fundada em 1920 – há 103 anos, completados no passado dia 30 de Janeiro – como Toyo Cork Kogyo Co (rebaptizada Toyo Kogyo em 1927 e assumindo a designação Mazda em 1984), o construtor automóvel com sede em Hiroshima tem vivido anos consecutivos de inovação e de sucesso em todo o mundo, tendo concebido inúmeros veículos icónicos. O que muitos não conhecem, porém, é a profundidade das raízes da Mazda. Inserido na sede da Mazda em Hiroshima e acessível ao público, o Mazda Museum é o local ideal para reviver este passado rico e dinâmico. Ao longo de dez áreas temáticas, o espaço sintetiza mais de 100 anos de uma história única, de tecnologias estimulantes e inovadoras a conceitos premiados e engenharia de próxima geração. Em todas elas, o Museu integra, na perfeição, o espírito de constante desafio da Mazda, com inúmeros exemplos de criatividade para descobrir.

Zona 1: o pequeno triciclo que ajudou a reconstruir Hiroshima

Foi em Osaka, Japão, que Jujiro Matsuda iniciou a jornada da Mazda. Um dos primeiros veículos da marca foi, também, uma das suas mais notáveis criações: um mini-camião de três rodas.



O Type-TCS dá as boas-vindas aos visitantes do Mazda Museum, imbuído, na perfeição, da eclética história da marca. Foi inteiramente construído a partir de peças fabricadas internamente, e era 40% mais potente do que o seu antecessor Type-DA, tendo uma impressionante capacidade de carga de 400 kg. Em 1938 a Mazda lançaria o Type-GA, retomando a sua produção apenas quatro meses após o fim da Segunda Guerra Mundial. Em 1946 chegava ao topo do mercado com um volume de produção de 2.430 unidades. Apelidado de “Green Panel”, fruto do seu painel de instrumentos verde, simbolizando paz e segurança, o Type-GA manteve-se em produção até 1949. O Mazda Museum tem hoje em exposição o modelo que lhe sucedeu (Type-GB), nessa icónica cor.

Zonas 2-3: o nascimento do Soul Red Crystal

Em meados do século XX a Mazda voltaria as suas atenções para veículos de grande volume. Desde os veículos ligeiros de transporte de passageiros às berlinas de luxo, a marca começou a ser vista em todo o mundo através de uma variada gama de propostas.

Entre os veículos mais históricos e emblemáticos da Mazda, incluem-se o Cosmo Sport, o Savanna e o Cosmo AP. Este último distingue-se por ter sido um dos primeiros veículos comercializados na cor vermelha, uma raridade no seu segmento de mercado em meados do século XX, uma vez que, por norma, os modelos topo de gama limitavam-se a cores base bem mais sóbrias: preto, branco ou prata. Com esta abordagem tão fora do convencional, surgiu a relação única da Mazda com a cor, que ainda hoje é sinónimo da marca. O Cosmo Sport é também, de certa forma, uma raridade, uma vez que cerca dos 1.200 veículos produzidos, cerca de 480 exemplares ainda circulam no presente.

Zona 4: o Sport-Protótipo de Grupo C, vencedor em Le Mans

A Mazda demonstrou todo o seu espírito de desafio em várias formas de competição automóvel a nível global, incluindo as 24 Horas de Le Mans e o Campeonato IMSA. Liguemos os motores!

Uma das instalações mais espetaculares é o Mazda 787B que voou para a vitória nas demolidoras 24 Horas de Le Mans de 1991. O Museu apresenta-o num cenário de uma box de circuito, onde os visitantes podem também podem admirar recordações e memorabilia relacionados com os mais famosos eventos de endurance. Foi nesse ano que Johnny Herbert, Volker Weidler e Bertrand Gachot levaram a equipa Mazdaspeed a uma vitória histórica.

Zonas 5-6: o único e exclusivo motor V12

O espírito de desafio da Mazda continua bem vivo nas Zona 5-6, locais de exibição de como os anos 80 foram uma época de ofensiva num mercado competitivo.

O primeiro e único motor V12 da Mazda, com 4000cc de cilindrada, foi desenvolvido entre o final dos anos 1980 e 1992, podendo ser visto na Zona 5. Optando por juntar dois motores V6, a equipa de desenvolvimento tinha por objectivo construir um bloco para o melhor carro do mundo. O motor V12 nunca viria a ser introduzido no mercado, mas o espírito de desafio da Mazda esteve bem presente nos seus conceitos e nos desenvolvimentos de propulsores, incluindo um motor rotativo de três rotores e um motor V6 de ciclo Miller.

Zona 7: o SUV que trouxe ao mundo o conceito “Kodo – A Alma do Movimento”

A entrada numa nova era: os Mazda CX-5, Mazda6 e MX-5 representam um novo capítulo na história da Mazda, criando novas referências na indústria, não só com a introdução da Tecnologia Skyactiv, como do exclusivo Design Kodo.

Lançado em 2012, o SUV Mazda CX-5 foi o primeiro modelo a apresentar o novo conceito de design “Kodo – A Alma do Movimento” da Mazda. A sua silhueta elegante e desportiva foi inspirada numa chita prestes a atacar a sua presa. O seu design vanguardista foi devidamente complementado pela tecnologia Skyactiv, que maximiza o desempenho e a eficiência da condução, resultando num SUV crossover com muito charme.

Zona 8-9: um automóvel danificado e destruído de propósito

Além da excelência dos veículos, o espaço exibe, também, exemplares das mais exigentes normas de segurança adoptadas pela Mazda nos seus modelos. Uma série de instalações impressionantes permite constatar este tipo de trabalho dos engenheiros da marca, oferecendo, também, a oportunidade de testemunhar, em tempo real, as fases de produção dos veículos Mazda.

Um Mazda CX-30 danificado durante os testes de segurança de rotina constitui um dos momentos mais memoráveis do Mazda Museum. Embora os danos na frente do veículo sejam extensos, o habitáculo e o interior mantêm excelentes níveis de protecção. Na Zona 9 é também possível caminhar sobre a linha de produção da Mazda, na fábrica de Ujina, onde a marca fabrica um milhar de viaturas por dia. Cada veículo requer cerca de 15 horas de trabalho de alta precisão até estar totalmente terminado.

Zona 10: com os olhos postos no próximo século

Ao longo da Zona 10, vale a pena testemunhar a estratégia arrojada futurista da Mazda através dos seus exclusivos conceitos de design Kodo, que incluem uma bicicleta, um sofá e uma espectacular escultura Goshintai.

Na Zona 10, os exteriores elegantes e atraentes do Mazda Vision Coupe e do RX-VISION oferecem a nota final perfeita para quem visita o Mazda Museum. Estes dois automóveis foram materializados com recurso às competências combinadas de um modelador de argila altamente especializado, que utilizou todo o seu saber para transformar ideias em modelos à escala real, que mais tarde se tornaram em protótipos. Junto a estes dois concepts está o Mazda LM55 Vision Gran Turismo, um modelo à escala real da viatura disponível no videojogo “Gran Turismo”. O veículo conjuga a filosofia de design Kodo da Mazda com um apelo ao vencedor de Le Mans, o Mazda 787B.

2022_MAZDASTORIES_MAZDA MUSEUM_images01
2022_MAZDASTORIES_MAZDA MUSEUM_images07
2022_MAZDASTORIES_MAZDA MUSEUM_images33
2022_MAZDASTORIES_MAZDA MUSEUM_images34
previous arrow
next arrow
2022_MAZDASTORIES_MAZDA MUSEUM_images01
2022_MAZDASTORIES_MAZDA MUSEUM_images07
2022_MAZDASTORIES_MAZDA MUSEUM_images33
2022_MAZDASTORIES_MAZDA MUSEUM_images34
previous arrow
next arrow
Classificados

Deixe um comentário

Please Login to comment

Siga-nos nas Redes Sociais

FacebookInstagramYoutube