Autobianchi Bianchina Cabriolet, o pequeno e elegante descapotável com base no Fiat 500

Clássicos 20 Fev 2023

Autobianchi Bianchina Cabriolet, o pequeno e elegante descapotável com base no Fiat 500

Em Setembro de 1957, a Autobianchi produziu o seu primeiro automóvel intitulado de Bianchina, que teve como base o Fiat 500, com desenho a cargo de Luigi Rapi. Estava disponível com cinco carroçarias distintas, a Berlina, Cabriolet, Trasformabile, Panoramica e a Furgoncino.

Para locomover o Bianchina estava disponível inicialmente o motor de dois cilindros em linha arrefecido a ar de 479cc e válvulas à cabeça, que produzia 15cv. Em 1960 o motor ganhou dois cavalos e passou a debitar 17cv. Para as versões Special estava disponível o motor de 499cc, que desenvolvia 25cv, com o motor a ser extraído do Fiat 500 Sport. Acoplado ao motor estava uma caixa manual de quatro velocidades.

Até 1970, quando a produção terminou, a Autobianchi produziu aproximadamente 275 mil exemplares do Bianchina. Desses, apenas 9300 unidades foram produzidas na carroçaria Cabriolet, distribuídas por três séries, a primeira foi produzida apenas em 1960 em 1050 exemplares, a segunda foi produzida de 1961 a 1964 em 5500 exemplares e a terceira foi produzida de 1965 a 1969 em 2750 exemplares.



Presente neste artigo está um Autobianchi Bianchina Special Cabriolet de 1960, ou seja, da primeira série, a mais rara e apresenta o chassis número 000873, que foi submetido a um fenomenal restauro por Greg Michaelian.

Este exemplar irá a leilão no dia 4 de Março num evento organizado pela RM Sotheby’s, na Amelia Island. Este Bianchina vai a leilão sem valor mínimo de reserva e o seu valor estimado de venda situa-se entre os 28 e os 37 mil euros.

1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
previous arrow
next arrow
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
previous arrow
next arrow
Classificados

Deixe um comentário

Please Login to comment

Siga-nos nas Redes Sociais

FacebookInstagramYoutube