Cápsulas do Tempo: Forma e função, a natureza e o automóvel

Clássicos 31 Jan 2023

Cápsulas do Tempo: Forma e função, a natureza e o automóvel

Por Pedro Pais Cardoso

As inovações tecnológicas baseiam-se inúmeras vezes nos exemplos que a natureza nos fornece, seja nas formas adoptadas ou no funcionamento dos seus componentes. Engenheiros e artesãos, desde cedo perceberam que através da análise das múltiplas formas de vida, a animal, a vegetal, poderiam incorporar esses princípios e conceitos às suas máquinas e às suas estruturas.

Se observarmos atentamente as pás de um helicóptero, rapidamente percebemos que os mesmos princípios se observam ao voo do beija-flor, e se atentarmos aos pássaros também assumimos que os princípios físicos aplicados ao seu voo foram a génese do desenvolvimento das asas dos aviões modernos.

Desde sempre a indústria automóvel procurou também aplicar esses mesmos princípios às suas criações, em termos estéticos, dinâmicos, e, também na sua nomenclatura.

A Maserati, em 1963, e por sugestão do coronel John Simone, parceiro comercial do importador francês Jean Thépenier, e um grande amigo de Frua – designer do modelo, deu início à tradição de associar a alguns dos seus modelos desportivos, nomes de ventos.

O primeiro foi Mistral (tipo de vento típico do sul de França) ao qual se seguiu o Bora, depois o Merak, passando pelo Ghibli, e assim sucessivamente.

Maserati Mistral
Maserati Bora
Maserati Merak
Maserati Ghibli

O mundo das motos também não foi excepção à influência da natureza nas suas criações, veja-se o caso da Moto Guzzi – alguns modelos da marca adoptaram o nome de espécies de pássaros – como Nibbio (Milhafre), Galletto (galo) ou Falcone (falcão).

Moto Guzzi Nibbio
Moto Guzzi Galletto
Moto Guzzi Falcone

Uma das marcas mais conhecidas por esta ligação entre o mundo animal e o mundo automotivo é a Lamborghini. A visita de Ferruccio Lamborghini à fazenda de gado de Don Eduardo Miura, em Sevilla em 1962, causou grande impacto no fundador da empresa.

Don Eduardo Miura na sua ganadaria com Ferruccio Lamborghini

Ele ficou tão impressionado com os touros de luta de Miura que decidiu adoptar como logo da marca o referido animal. Mais tarde, após os dois primeiros modelos de produção (350 e 400GT) começou a utilizar o nome de touros de morte espanhóis, famosos pela sua estirpe ou faenas, nos seus modelos.

O Miura foi o primeiro, mas não podemos deixar de referir outros modelos emblemáticos como o Jalpa, Diablo, Murcielago, Gallardo, ou os mais actuais, Reventon e Aventador.

09_Jalpa
10_Diablo
11_Murcielago
12_Gallardo
13_Reventon
14_Aventador
previous arrowprevious arrow
next arrownext arrow
09_Jalpa
10_Diablo
11_Murcielago
12_Gallardo
13_Reventon
14_Aventador
previous arrow
next arrow

Esperamos que tenham gostado de revisitar alguns modelos icónicos presentes nesta galeria, e nos indiquem outras ligações entre o mundo automóvel e a sempre inspiradora Mãe Natureza.

Classificados

Deixe um comentário

Please Login to comment

Siga-nos nas Redes Sociais

FacebookInstagramYoutube