“The Speed of Light”, a nova exposição do Museu da Audi

Clássicos 24 Nov 2022

“The Speed of Light”, a nova exposição do Museu da Audi

A “The Speed of Light” é a nova exposição patente no Museu Audi Mobile, no Audi Forum Ingolstadt, na Alemanha, retrata a história da evolução das luzes nos seus modelos, do passado até a actualidade, mas sem esquecer o futuro.

Na exposição estão presentes dez automóveis, assim como várias peças, que contam toda uma história, pela primeira vez, de algo tão importante nos automóveis como a iluminação, tanto dianteira como traseiras, que ajudam não só a condução, mas também a segurança.

A exposição inicia-se com os primeiros automóveis que ainda utilizavam o fogo como forma de iluminação, que no fundo, eram mais para ser vistos do que para ver, já que o seu raio de acção era muito limitado. Com o aumento do número de automóveis nas estradas, a iluminação foi melhorada, passando de velas para as lâmpadas de querosene.



No entanto, só com as lâmpadas eléctricas é que se conseguiu atingir o ponto fulcral da iluminação, com a introdução, em 1913, da “luz Bosch” e, em 1924, da lâmpada de dois filamentos, de modo a ser possível ter médios e máximos. No início dos anos 70 foram introduzidas as lâmpadas de halogénio que marcaram um ponto importante da evolução da iluminação automóvel. A seguinte inovação foram as luzes de Xénon, introduzidas no Audi A8, em 1994.

A Audi congratula-se por ter testado todo o potencial das luzes LED, ao ser o primeiro fabricante a implementar esse tipo de iluminação no Audi A8 W12 em 2004, nas suas luzes diurnas. Em 2008 a Audi foi novamente pioneira, ao revolucionar a iluminação automóvel com faróis Full-LED, introduzidos no Audi R8. Em 2014, marcou também outro passo importante, ao ser a primeira marca a ter luzes Laser adicionais aos máximos nos seus modelos de topo.

A marca alemã continua na vanguarda na inovação das luzes de automóveis, com o desenvolvimento de iluminações do futuro, como é o caso da digitalização dos faróis, neste caso concreto com a introdução das tecnologias Digital Matrix LED nos faróis frontais e Digital OLED nos farolins traseiros.

Como já referimos no início do artigo, a exposição conta com dez automóveis, sendo o mais antigo o Audi Type C de 1919, com luzes de acetileno. Segue-se o Horch 10/50 PS de 1925 já com luzes eléctricas, assim como o Horch 850 Cabriolet de 1936 com faróis Bilux equipados com máximos e o DKW F 91 de 1954 com faróis de nevoeiro amarelos. Para a tecnologia das luzes de halogénio, a Audi seleccionou o seu modelo 80 GTE de 1976 e no caso do Xénon está presente um Audi S6 de 1994. Passando para os automóveis mais recentes, estão presentes o R8 LMX de 2014 com luzes Laser e o Audi A8 com faróis equipados com tecnologia HD Matrix LED. Para o futuro a Audi tem presente o protótipo AI:COM, com luzes frontais e traseiras totalmente digitais.

A “The Speed of Light” iniciou-se no 18 de Novembro e vai estar disponível até 4 de Junho de 2023. Estará também disponível em formato digital na aplicação Audi Tradiction, a partir do final de Novembro.  

A226585_overfull
A226572_overfull
A226573_overfull
A226574_overfull
A226576_overfull
A226577_overfull
A226578_overfull
A226579_overfull
A226580_overfull
A226581_overfull
A226582_overfull
A226583_overfull
A226584_overfull
R8140050_overfull
previous arrow
next arrow
A226585_overfull
A226572_overfull
A226573_overfull
A226574_overfull
A226576_overfull
A226577_overfull
A226578_overfull
A226579_overfull
A226580_overfull
A226581_overfull
A226582_overfull
A226583_overfull
A226584_overfull
R8140050_overfull
previous arrow
next arrow

TAGS: Audi Audi 80 Audi A8 Audi AI:COM Audi R8 Audi S6 Audi Type C DKW F 91 Horch 10/50 PS Horch 850 The Speed of Light


PARTILHAR:

Deixe um comentário

Please Login to comment