Citroën lança modelo inspirado no 2CV Fourgonnette

Modernos 07 Out 2022

Citroën lança modelo inspirado no 2CV Fourgonnette

O carroçador italiano Caselani juntou-se aos designers da Citroën para transformar um Citroën Berlingo num 2CV Fourgonnette. Recuperando o estilo do 2CV Type AU, esta transformação representa um acenar a um modelo icónico da marca, que marcou gerações.

O Citroën Berlingo apresenta uma série de elementos de estilo exterior que prestam homenagem ao mítico 2CV Fourgonnette AU (“U” para “Utilitaire”; “Veículo Comercial” em francês) lançado em 1951, modelo que ganhou um vasto número de seguidores fiéis com os seus diversos derivativos até 1987. O Berlingo 2CV Fourgonnette é uma reinterpretação moderna que incorpora todas as qualidades reconhecidas do Berlingo actual, em termos de arquitetura, capacidades de carga e modularidade, tecnologias a bordo e prestações em estrada.

“Estamos muito orgulhosos por o nosso ‘best-seller’ Berlingo estar a ser modificado pela Caselani, inspirando-se no icónico 2CV Fourgonnette que marcou a história da Citroën e do mundo automóvel. O design teve início nos estúdios do carroçador, sendo que a partir daí começámos a trabalhar em conjunto, de mãos dadas, neste projecto. O trabalho foi acompanhado pelos nossos designers, para garantir que não se reinterpretasse o 2CV Fourgonnette de forma demasiado literal e que o resultado tivesse os genes reais da Citroën. O tratamento das superfícies e os volumes foram feitos a partir de ferramentas digitais, com as quais estamos habituados a trabalhar, o que dá ao veículo um toque moderno”, refere Pierre Leclercq, Director de Estilo da Citroën.




Uma viagem no tempo para o Citroën Berlingo

A Caselani aproveitou a tendência pelo vintage, bem ancorada na cultura do automóvel italiano. Aplicando-se a automóveis particulares e veículos profissionais, consiste em reviver um modelo de culto pertencente ao passado, beneficiando-o da modernidade dos equipamentos e das performances de um veículo do presente.

No caso específico da transformação realizada no Berlingo trata-se de uma reinterpretação que traça um paralelo entre o sucesso do modelo que foi pioneiro das fourgonnettes e o do Berlingo Van, que tem sido um dos principais intervenientes no seu segmento na Europa desde o seu lançamento em 1996, e cujas três gerações totalizam mais de 1.891.196 unidades vendidas. No final de Agosto de 2022 ocupava o segundo lugar no seu segmento na Europa, com uma quota de mercado de 17%. Em Portugal é também o segundo modelo mais vendido do seu segmento, com uma quota de 19,9%. Trata-se de um veículo versátil que se reinventou ao longo dos anos, criador do segmento ludospace (veículos multiusos), o precursor de múltiplas inovações e que inaugurou, de modo notável, a cabine integrada, os três lugares à frente, o travão de estacionamento eléctrico ou o indicador de sobrecarga, na sua última geração. Em 2013 foi também um dos primeiros veículos eléctricos lançados no mercado.

Este exercício de estilo para o Berlingo foi confiado pela Caselani ao designer David Obendorfer, profissional que já em 2017 tinha desenhado o novo Typo H, proposta baseada no Citroën Jumper, e depois o novo Type HG, com base no Jumpy/SpaceTourer, em 2020. Assim, a gama de furgões Citroën com assinatura Caselani está, à data, completa.


“O caderno de encargos não implicava retomar as formas do antigo furgão em ‘stricto sensu’, mas sim a dar um passo atrás no tempo para restaurar o seu charme único, num veículo do século XXI. O Berlingo, como seu descendente distante, foi a escolha perfeita para fazer um aceno ao 2CV dos anos 50. Este foi um desafio emocionante, uma vez que o furgão original tinha proporções completamente diferentes das do Berlingo: uma projecção frontal muito curta, um capot muito alongado e uma área de carga visualmente independente. Por isso, preferi transcrever um aspeto evocativo global do veículo original, em vez de trabalhar individualmente em cada elemento de conceção, a fim de lhes dar o espírito do 2CV Fourgonnette, explica David Abendorfer, Designer da Caselani.

Elementos de estilo característicos para uma personalidade neo-retro

O Berlingo 2CV Fourgonnette é a representação moderna, de lifestsyle, inspirada nos míticos 2CV AU (“U” para “Utilitário”, em francês; “Veículo Comercial” em português) lançado em 1951 e que conheceu um assinalável sucesso na sua época, com cerca de 1.247.000 exemplares vendidos, contando com o seu descendente 2CV AZU de 1954. Os códigos intemporais do furgão original encontram-se bem presentes.

Todas as vantagens de um veículo moderno

À época, o 2CV Fourgonnette agitou o seu segmento graças ao seu look e às suas performances. A versão comercial podia atingir uma velocidade média de 40 a 50 km/h e transportar até 250 quilos de mercadorias, para além do condutor, com um volume útil de 1,88 m3.

Hoje, a tradicional sonoridade do motor de dois cilindros e o orifício na grelha para a manivela já não estão presentes. Naturalmente, o Berlingo 2CV Fourgonnette oferece o melhor da actualidade em termos de conforto, espaço, modularidade e segurança.

O Berlingo 2CV Fourgonnette pode transportar três pessoas ( cinco na versão de passageiros), desloca-se com muito maior rapidez, e é bem maior, como comprovam a sua capacidade de carga, que quadruplicou para uma tonelada, e o seu volume útil, que quase triplicou para 4,4 m3.

Prático e ágil graças às suas dimensões compactas, oferece, no entanto, espaço a bordo ao mais alto nível, o que faz deste veículo comercial uma ferramenta ideal para profissionais e comerciantes. Graças à cabine Extenso® é possível obter um comprimento útil máximo de 3,09 m (versão M) rebatendo-se o banco do passageiro.


Para facilitar a condução, carregamento e manobras, o Berlingo Van oferece até 18 tecnologias de assistência à condução e quatro tecnologias de conectividade, tais como o head-up display a cores, acesso e arranque mãos-livres, indicador de sobrecarga e visibilidade traseira circundante, bem como funções como Active Safety Brake, controlo de estabilidade do reboque, Grip Control com Hill Assist Descent e o sistema de monitorização do ângulo morto.

A versão comercial está disponível com o motor Diesel 1.5 BlueHDi e com o bloco a gasolina 1.2 PureTech, podendo receber a caixa automática EAT8 e contando, até, com uma versão elétrica com uma autonomia máxima de 275 quilómetros sem ruídos e vibrações, sem perder nada em volume útil de carga e com capacidade para se recarregar até 80% da bateria em 30 minutos num posto de carregamento público. O ë-Berlingo Van oferece as funções de carregamento diferido e pré-condicionamento térmico, permitindo a regulação da temperatura no habitáculo.

Um Citroën para completar a oferta do Type

Em 2017, para assinalar o 70º aniversário do Type H, modelo comercializado entre 1948 e 1981 e com cerca de 500.000 unidades produzidas, o carroçador desenvolveu um kit de carroçaria baseado no Citroën Jumper, para em 2020 aplicar essa sua criatividade e engenharia ao Jumpy/SpaceTourer.

No que diz respeito à transformação estética, a técnica é a mesma para os três furgões da Citroën. Na frente, as partes da carroçaria (capot, pára-choques e guarda-lamas) são substituídas por elementos em fibra de vidro. As laterais, a traseira e o tejadilho são revestidos com painéis colados diretamente na carroçaria. Os faróis redondos substituem os dos veículos comerciais atuais, de modo a completar o aspeto vintage e recuperar a forte personalidade do Type H ou do 2CV Fourgonnette.

O kit Type H é compatível com todos os estilos de carroçaria Jumper (L1 4,96 m / L2 4,95 m / L3 5,99 m / L4 6,30 n) e o kit HG está disponível para todos os tamanhos do Jumpy/SpaceTourer (XS 4,60 m / M 4,95 m / XL 5,30 m), estando, também, disponíveis declinações com base nos furgões transformados do catálogo Citroën, tais como furgões de caixa fechada, com vidros laterais, chassis-cabina, plataforma-cabina, furgões equipados, autocaravanas, miniautocarros, food-trucks, etc.

A transformação do Jumper no Type H provou ser um verdadeiro desafio. O furgão maior da Citroën não possui formas retangulares e tem o seu próprio desenho com muitas linhas externalizadas, em contraste com outras linhas curvas. O seu kit foi concebido para se combinar, na perfeição, com a carroçaria do Jumper e criar uma forte união entre a estrutura metálica do veículo de base e os painéis em fibra de vidro. Foi, assim, desenvolvido um desenho de uma só peça para formar a parte dianteira do veículo. Já a secção frontal e o capot são moldados em conjunto para simplificar a montagem e solidificar a superfície. Uma verdadeira proeza técnica que confere ao Berlingo 2CV Fourgonnette um carácter determinado e robusto.


“Sendo um fã incondicional do 2CV e do furgão HY, tenho uma colecção de antigos modelos Citroën. A minha mulher é tão apaixonada pela marca como eu, tendo viajado pela Europa nos anos 2000 ao volante de um Type H convertido em autocaravana. Quando a família cresceu, surgiu a ideia de criar um HY suficientemente espaçoso e confortável: por que não utilizar a actual arquitetura do Jumper e fixar painéis de fibra de vidro à sua carroçaria? Foi apresentado um protótipo às equipas de Estilo da Citroën e a aceitação foi quase imediata. A produção arrancou em 2017 e foi alargada ao seu ‘irmão mais novo’ em 2020. Para completar a nossa gama de veículos comerciais Citroën, apenas faltava o Berlingo. O furgão agora apresentado possui o seu ‘kit’ 2CV Fourgonnette, cujo design resulta do trabalho conjunto das equipas Caselani e Citroën. Estamos encantados por voltar a ver a ‘simpática face’ desta ‘camionnette’ de culto que marcou os anos 50”, declarou Fabrizio Caselani, Director da Carrosserie Caselani.

Está disponível para encomenda desde o dia 1 de Outubro e a produção começará a partir de Janeiro de 2023.


TAGS: 2CV Caselani Citroën Citroën 2CV Fourgonnette


PARTILHAR:

Deixe um comentário

Please Login to comment