Um raro Mercedes-Benz 300 SL concebido para ralis

Competição 03 Out 2022

Um raro Mercedes-Benz 300 SL concebido para ralis

No Salão Internacional de Nova Iorque de 1954 a Mercedes-Benz surpreendeu o mundo com a apresentação do 300 SL, que se destacava bastante dos modelos oferecidos pela marca na época, que se resumiam a berlinas de luxo. No entanto, a Mercedes-Benz aproveitou os sucessos do 300 SL na competição, para transpor esses conhecimentos para um desportivo de estrada, lançando assim o automóvel de produção mais rápido da época.

Nem todos os 300 SL tiveram um destino igual, ou foram produzidos de igual forma, já que a própria marca retirou das linhas de produção quatro exemplares, destinados a serem alterados para a competição, após o pedido do engenheiro de competição e antigo piloto de Fórmula 1, Karl Kling e pelo próprio chefe do departamento de competição da marca, Alfred Neubauer.

Dos quatro exemplares, apenas dois sobreviveram até aos nossos dias, sendo o exemplar presente neste artigo um desses. Com o chassis número 198.040.5500819 este 300 SL saiu da linha de produção a 31 de Outubro de 1955, pintado de Silver-Grey Metallic, com interior azul e jantes Rudge. Seguiu para a Mercedes-Benz Dortmund, como automóvel de exposição, no entanto, acabaria por não ser vendido.



Por esse motivo, no dia 1 de Fevereiro de 1956, este 300 SL retornou à fábrica, sendo transferido para o departamento Sportabteilung, onde se iniciaram as alterações. No dia seguinte, Neubauer já tinha elaborado uma lista de 16 alterações necessárias de modo a tornar o exemplar competitivo no European Rally Championship de 1956. De entre as alterações, podemos salientar a substituição da árvore de cames para uma mais agressiva, assim como a suspensão e travagem, tudo para uma melhor eficácia nos traçados do ERC. Foram aplicados faróis de longo alcance da Bosch. Já no interior, foi instalado um pneu suplente e dois macacos.

Para a equipa de pilotos, Neubauer escolheu a dupla Walter Schock e Rolf Moll, provando que estes estavam à altura, já que o 300 SL mostrou ser bastante competitivo nos troços de rali, com várias vitórias na classe, vencendo o ERC de 1956.

Posteriormente, este automóvel seria vendido e permaneceu bastantes anos num coleccionador que fazia as suas manutenções exclusivamente na Mercedes-Benz Classic, em Estugarda. Inclusive, em 2018 a Mercedes-Benz Classic iniciou um restauro, que durou dois anos, na parte mecânica do automóvel.

Apesar de todos os 300 SL serem modelos importantes para a história automóvel, este exemplar o ainda mais é e sem dúvida uma oportunidade para um coleccionador adicionar esta rara peça à sua colecção, já que se encontra à venda na DD Classics, no Reino Unido, sem ser conhecido o seu preço de venda.

works300sl7
works300sl1
works300sl6
works300sl0
works300sl2
works300sl5
works300sl8
works300sl9
works300sl11
works300sl12
works300sl13
works300sl14
works300sl15
works300sl16
works300sl17
works300sl18
works300sl19
works300sl20
previous arrow
next arrow
works300sl7
works300sl1
works300sl6
works300sl0
works300sl2
works300sl5
works300sl8
works300sl9
works300sl11
works300sl12
works300sl13
works300sl14
works300sl15
works300sl16
works300sl17
works300sl18
works300sl19
works300sl20
previous arrow
next arrow

TAGS: DD Classics Mercedes-Benz 300 SL Gullwing


PARTILHAR:

Deixe um comentário

Please Login to comment