Triumph Tiger Trail, a moto todo-o-terreno desenvolvida para competir a GS da BMW

Clássicos 23 Set 2022

Triumph Tiger Trail, a moto todo-o-terreno desenvolvida para competir a GS da BMW

A BMW lançou um novo conceito de mota ao introduzir no mercado em 1980 um modelo que provinha das provas de todo-o-terreno de longas distâncias, principalmente do Rali Dakar, a R80G/S. A C.G.C.I.M., o importador da Triumph para França, queria que a marca britânica tivesse um modelo idêntico para concorrer no mesmo segmento de aventura da BMW.

A Triumph iniciou um protótipo de desenvolvimento com base numa Bonneville T140 para ser avaliada a possível introdução no mercado. No entanto, este modelo não satisfez as necessidades e então produziram outro protótipo desta vez tendo como base a Triumph Tiger TR7V, sendo este escolhido como modelo ideal. A Tiger Trail seria apresentada logo em Paris, ainda no decorrer do ano de 1980, para ser lançada no mercado em 1981.

O motor de dois cilindros paralelos arrefecido a ar teve algumas alterações, como um carburador Amal e ignição electrónica Lucas, assim como a redução da taxa de compressão, para o motor de 744cc debitar 42cv às 6500 rpm e 46Nm de binário às 4000 rpm, com as árvores de cames da Triumph Trident. O peso fixou-se nos 170 kg. A este modelo com o motor maior foi dado o código de TR7T e só estava disponível na cor Sunburst Yellow, assim como o arranque era feito apenas com recurso ao “kick” por questões de peso.


Após algumas provas, foi decidido que o motor da Triumph TR65 Thunderbird era o que se adequava melhor às competições de todo-o-terreno, sendo introduzida esta versão logo em 1982, com o código de TR65T. Este motor de 649cc debitava 35cv às 6500 rpm e 42Nm de binário às 4000 rpm. Ambos os motores estavam acoplados a uma caixa manual de cinco velocidades. Esta também estava apenas disponível na cor amarela, apesar de algumas motas de apresentação estarem pintadas na cor Lime Green.

No entanto, devido à falta de procura, ambos os modelos da Tiger Trail seriam retirados do mercado no final de 1982, o que faz com que seja rara nos dias de hoje, pensa-se que apenas 180 exemplares tenham sido produzidos, sendo bastante procurada por coleccionadores.

Presente neste artigo está a melhor sobrevivente da Triumph Tiger Trail TR7T, percorreu apenas seis milhas, pouco mais de nove quilómetros, e foi registada apenas em 2021. Este exemplar saiu de fábrica com uma relação de caixa mais reduzida e suspensão Marzocchi.

No passado dia 19 de Agosto foi levada a leilão, através da plataforma da Car & Classic, sendo vendida por 12.250 libras, cerca de 14.250 euros. Juntamente com a mota seguiu o manual original, assim como o certificado de venda da época.

Triumph-Tiger-Trail-TR7T-17-scaled
Triumph-Tiger-Trail-TR7T-18-scaled
Triumph-Tiger-Trail-TR7T-2-scaled
Triumph-Tiger-Trail-TR7T-7-scaled
Triumph-Tiger-Trail-TR7T-1-scaled
Triumph-Tiger-Trail-TR7T-4-scaled
Triumph-Tiger-Trail-TR7T-5-scaled
Triumph-Tiger-Trail-TR7T-8-scaled
Triumph-Tiger-Trail-TR7T-9-scaled
Triumph-Tiger-Trail-TR7T-10-scaled
Triumph-Tiger-Trail-TR7T-11-scaled
Triumph-Tiger-Trail-TR7T-12-scaled
Triumph-Tiger-Trail-TR7T-13-scaled
Triumph-Tiger-Trail-TR7T-15-scaled
Triumph-Tiger-Trail-TR7T-16-scaled
Triumph-Tiger-Trail-TR7T-2048x1363
previous arrow
next arrow
Triumph-Tiger-Trail-TR7T-17-scaled
Triumph-Tiger-Trail-TR7T-18-scaled
Triumph-Tiger-Trail-TR7T-2-scaled
Triumph-Tiger-Trail-TR7T-7-scaled
Triumph-Tiger-Trail-TR7T-1-scaled
Triumph-Tiger-Trail-TR7T-4-scaled
Triumph-Tiger-Trail-TR7T-5-scaled
Triumph-Tiger-Trail-TR7T-8-scaled
Triumph-Tiger-Trail-TR7T-9-scaled
Triumph-Tiger-Trail-TR7T-10-scaled
Triumph-Tiger-Trail-TR7T-11-scaled
Triumph-Tiger-Trail-TR7T-12-scaled
Triumph-Tiger-Trail-TR7T-13-scaled
Triumph-Tiger-Trail-TR7T-15-scaled
Triumph-Tiger-Trail-TR7T-16-scaled
Triumph-Tiger-Trail-TR7T-2048x1363
previous arrow
next arrow

TAGS: Car & Classic Triumph Tiger Trail


PARTILHAR:

Deixe um comentário

Please Login to comment