Porsche lança novo 911 GT3 RS

Modernos 19 Ago 2022

Porsche lança novo 911 GT3 RS

O novo Porsche 911 GT3 RS não esconde as suas intenções: foi concebido de forma intransigente para atingir a performance máxima. O automóvel desportivo de alta performance com 386 kW (525cv), homologado para estrada, aproveita todos os avanços da tecnologia e conceitos provenientes do desporto motorizado. Para além do motor atmosférico com ADN da competição e construção inteligente de baixo peso, são, acima de tudo, os sistemas de refrigeração e aerodinâmicos que fazem a ligação mais direta ao “irmão” de competição, o 911 GT3 R.

Conceito de radiador central inspirado no desporto motorizado – O alicerce para a aerodinâmica ativa

A base para um aumento significativo da performance é o conceito de radiador central – uma ideia utilizada pela primeira vez no 911 RSR, vencedor da sua classe em Le Mans, e subsequentemente no 911 GT3 R. Ao invés do esquema de três radiadores utilizados em veículos anteriores, o novo 911 GT3 RS recorre a um radiador central de grandes dimensões na dianteira do veículo, posicionado no local onde, nos restantes modelos 911, se encontra a bagageira. Isto tornou possível utilizar o espaço livre nas laterais para integrar elementos aerodinâmicos ativos. Elementos continuamente ajustáveis na dianteira e na asa traseira que, em combinação com uma série de outras soluções aerodinâmicas, proporcionam 409 quilos de downforce a uma velocidade de 200 km/h. Ou seja, o novo 911 GT3 RS consegue gerar duas vezes mais downforce do que o antecessor da geração 991.2, e três vezes mais do que um 911 GT3 actual. A


285 km/h, chega aos 860 quilos de downforce.

Pela primeira vez, num Porsche de produção, foi instalado um “drag reduction system” (DRS). Para conseguir uma menor resistência e velocidades mais elevadas nas retas dos circuitos, o DRS permite criar uma abertura na asa traseira ao premir de um botão, dentro de uma área de funcionamento específica. A função “airbrake” é ativada durante as travagens de emergência a altas velocidades: os elementos aerodinâmicos na dianteira e traseira são regulados ao máximo, o que permite criar um efeito de desaceleração aerodinâmica que apoia significativamente a travagem.


O visual do novo 911 GT3 RS é caracterizado por inúmeros elementos aerodinâmicos funcionais. A característica mais proeminente deste desportivo é a asa traseira com suporte “swan neck”, que se destaca por ser significativamente maior em todas as dimensões. Esta é constituída por uma asa principal fixa e uma asa superior, esta segunda com ajuste hidráulico. Pela primeira vez, num automóvel de produção da Porsche, a extremidade superior da asa traseira encontra-se num nível mais alto do
que o tejadilho. Para além disso, a dianteira do 911 GT3 RS já não tem uma asa, mas sim um splitter que divide o fluxo por cima e por baixo de si mesmo. As sideblades laterais direcionam com precisão o ar em direção ao exterior. A passagem de ar nos guarda-lamas dianteiros é feita através de aberturas que começam no splitter dianteiro. As saídas de ar atrás das rodas dianteiras, ao estilo do icónico 911 GT1 que venceu Le Mans, reduzem a pressão dinâmica nos guarda-lamas. As sideblades laterais asseguram que o ar percorre da melhor forma as laterais do veículo. O ar que passa pelo radiador central flui através das aberturas pronunciadas no capot. As aletas
do tejadilho direcionam o ar em direção ao exterior, garantindo uma redução da temperatura do ar que chega à traseira. No novo 911 GT3 RS, as aberturas nos painéis laterais traseiros apenas melhoram a aerodinâmica e não são utilizadas para admissão de ar. Os guarda-lamas traseiros apresentam uma entrada de ar e sideblades para melhorar o fluxo de ar. Já o difusor traseiro é proveniente do 911 GT3, mas com algumas alterações.

Suspensão para circuito que pode ser ajustada desde o interior

Até a suspensão tem especial atenção a questões aerodinâmicas. Uma vez que os guarda-lamas do novo 911 GT3 RS estão sujeitos a poderosos fluxos de ar, os componentes do eixo dianteiro de triângulos duplos sãoconcebidos com perfis em forma de lágrima. As ligações eficientes ao nível aerodinâmico aumentam a downforce no eixo dianteiro em cerca de 40 quilos à velocidade máxima e, de referir que, até então, esta solução apena era aplicada no desporto motorizado. Devido às vias mais largas (29 mm mais largo do que o 911 GT3), as ligações do eixo dianteiro de triângulos duplos são, consequentemente, mais compridas.

Para assegurar a manutenção do equilíbrio de downforce entre os eixos dianteiro e traseiro, mesmo em travagens a alta velocidade, os engenheiros reduziram significativamente o “afundar” da dianteira durante a travagem. No novo 911 GT3 RS, a articulação esférica frontal do braço de suspensão inferior foi colocada num ponto mais abaixo no eixo dianteiro. O eixo traseiro multibraços foi ajustado com taxas de compressão das molas modificadas. Os sistemas de assistência ao condutor e o eixo traseiro direcional também contam com uma configuração ainda mais dinâmica.

O novo 911 GT3 RS oferece três modos de condução: “Normal”, “Sport” e “Track”. Neste último, as configurações básicas podem ser ajustadas de forma individual. Entre outros ajustes, o ressalto e compressão do amortecedor dos eixos dianteiro e traseiro pode ser ajustado de forma separada e em várias fases. O diferencial traseiro também pode ser ajustado através de um comando rotativo no volante. O processo é feito de forma rápida e intuitiva com conceitos de funcionamento e visualização “emprestados” da competição automóvel: quatro comandos rotativos individuais e um botão para o Drag Reduction System (DRS) estão presentes no volante. Os comandos são exibidos através de gráficos no painel de instrumentos durante a realização de ajustes. O 911 GT3 RS inclui ainda o ecrã pensado para circuito já conhecido do 911 GT3. Ao toque de um botão, o condutor pode reduzir os ecrãs digitais de sete polegadas nas laterais do painel de instrumentos para apenas a informação essencial. Os indicadores de mudança de velocidade à esquerda e à direita do conta-rotações analógico também foram retirados do 911 GT3.


O motor boxer de seis cilindros quatro litros

O motor atmosférico de 4.0 litros, de elevada rotação, foi melhorado comparativamente com o 911 GT3. O aumento de potência para 386 kW (525cv) é conseguido principalmente através de novas árvores de cames com perfis modificados. O sistema de admissão e o “rigid valve drive” são derivados do desporto motorizado. A Porsche Doppelkupplung (PDK) de sete velocidade tem relações de caixa mais curtas do que no 911 GT3. As entradas ar no fundo do veículo asseguram que a transmissão consegue suportar cargas extremas durante a utilização em circuito. O novo 911 GT3 RS acelera dos 0 aos 100 km/h em 3,2 segundos e atinge uma velocidade máxima de 296 km/h. No eixo dianteiro são utilizados discos de travão com 408mm de diâmetro e pinças monobloco em alumínio com 6 êmbolos. Comparando com o 911 GT3, o diâmetro dos êmbolos passou de 34 para 36 mm. O eixo traseiro é equipado com discos de travão de 380 mm e pinças fixas de quatro êmbolos. O sistema de travagem Porsche Ceramic Composite Brake (PCCB), disponível como opcional, conta com discos de 410mm no eixo dianteiro e 390 mm no eixo traseiro. O novo 911 GT3 RS está equipado de série com jantes forjadas e aperto central. Os pneus desportivos homologados para estrada – 275/35 R20 na dianteira e 335/30 R21 na traseira – asseguram elevados níveis de aderência.


Construção de baixo peso


A construção inteligente de baixo peso tem sido um princípio básico utilizado em todos os modelos RS desde o lendário 911 Carrera RS 2.7. Devido a uma série de elementos de construção de baixo peso com a utilização extensiva de CFRP, o 911 GT3 RS pesa apenas 1.450 quilos (peso em vazio de acordo com DIN), apesar da inclusão de vários componentes de grandes dimensões. Como exemplo, as portas, elementos aerodinâmicos dianteiros, tejadilho e capot são todos feitos em CFRP. Este material é também utilizado no interior, por exemplo, nas bacquets integrais.

Disponível com pacotes Clubsport e Weissach

Quando se trata do interior, o novo automóvel desportivo recebe um acabamento bem ao estilo RS: pele em Preto, Race-Tex e acabamento em carbono caracterizam o ambiente purista e desportivo. O 911 GT3 RS está disponível com o pacote Clubsport sem custos adicionais. Este inclui uma célula de segurança em aço, extintor e cinto de segurança de seis pontos para o condutor. O pacote Weissach, disponível como opcional, é consideravelmente mais composto. O capot, tejadilho, partes da asa traseira e moldura superior dos espelhos retrovisores exteriores recebem um acabamento em carbono. Para além disso, as barras estabilizadoras, os tirantes de suspensão e painel no eixo traseiro são feitos em CFRP e contribuem para uma melhoria adicional da dinâmica de condução. A célula de segurança, construída pela primeira vez em CFRP, ajuda a poupar seis quilos em comparação com a versão em aço. Outro destaque do pacote Weissach são as patilhas da transmissão PDK atrás do volante com tecnologia derivada do desporto motorizado. Deste modo, as mudanças de velocidade são ainda mais dinâmicas devido a um ponto de pressão preciso e um clique mais percetível. A título opcional, em exclusivo com o pacote Weissach, estão disponíveis as jantes em magnésio forjado, que permitem poupar mais oito quilos. O novo 911 GT3 RS está disponível para encomenda com o preço a começar nos 291.833 euros em Portugal.

Cronógrafo Porsche Design exclusivo

Inspirado no desporto motorizado – onde a precisão máxima é primordial – a fábrica de relógios da Porsche em Solothurn, Suíça, desenvolveu o 911 GT3 RS Chronograph. Este relógio mecânico é reservado aos proprietários do veículo. Baseado numa caixa de vidro, feita em titânio natural ou em preto, e com uma coroa aparafusada. No interior encontra-se o cronógrafo mecânico calibre WERK 01.200 com certificação COSC. A função flyback permite ao utilizador iniciar, parar e reiniciar o ponteiro dos segundos com uma única ação. Os botões com as gravações a laser “Sport/Stop” e “Next Lap”, revelam que este cronógrafo não serve apenas para dizer as horas. Para além das inovações, tais como a escala do pulsómetro na luneta, também se encontram muitas características de design e materiais utilizados no GT3 RS.


TAGS: Porsche Porsche 911 GT3 RS


PARTILHAR:

Deixe um comentário

Please Login to comment