RM Sotheby’s leiloa sobrevivente do Stutz DV-32 Super Bearcat

Mercado 15 Ago 2022

RM Sotheby’s leiloa sobrevivente do Stutz DV-32 Super Bearcat

A Stutz era uma marca americana, conhecida pela produção de automóveis de competição, desportivos e de luxo. Foi fundada em Junho de 1911, em Indianapolis, no estado do Indiana, por Harry C. Stutz e o seu amigo Henry F. Campbell, após Harry ter construído um automóvel para competir na primeira Indianapolis 500 em 1911.

Com base nesse automóvel de competição, a Stutz adicionou os guarda-lamas, para-brisas e faróis, de modo a poder circular na via pública, nascendo assim o Bearcat em 1912, considerado o primeiro automóvel desportivo americano.

De modo a aumentar as vendas, a Stutz reavivou o nome Bearcat no início dos anos 30, seguindo o legado do modelo original, pois era o automóvel mais rápido que o dinheiro podia comprar, mas mesmo assim a marca americana não seria capaz de sobreviver à Grande Depressão. A versão mais rápida era a Super Bearcat, com um chassis mais curto, leve e com um baixo centro de gravidade.



O DV-32 Super Bearcat estava equipado com o motor de oito cilindros em linha crossflow, duas árvores de cames á cabeça e quatro válvulas por cilindro, para desenvolver 156cv de potência e 408Nm de binário, podendo ultrapassar os 160km/h de velocidade máxima. O nome DV-32 provém de Dual Valve 32, ou seja, 32 válvulas no total e duas árvores de cames.

Pensa-se que apenas 20 exemplares tenham sido produzidos entre 1931 e 1933 do modelo DV-32 Super Bearcat, que poderia vir equipado com carroçaria em alumínio ou uma carroçaria especial da Weymann Fabric Bodies, inspirada nas que foram utilizadas pelos modelos da marca nas 24 Horas de Le Mans de 1929.

O exemplar presente neste artigo é dos mais raros, pois está equipado com essa carroçaria da Weymann, produzida em tecido, assente numa estrutura em madeira, algo típico das aeronaves da época e que era o foco da empresa da Weymann.

Hoje pensa-se que terão sobrevivido apenas dois exemplares do DV-32 Super Bearcat com carroçaria da Weymann, de um total de oito exemplares conhecidos. Este é de 1932 e sabe-se que foi adquirido em 1952 pelo Coronel Donald L. Bower. Posteriormente, foi adquirido por um dos pioneiros no coleccionismo automóvel Dr. Frederick Simeone, que o vendeu a William Ruger Sr., cofundador da Sturm, Ruger & Co.

Agora, vai ser levado a leilão, no próximo dia 20 de Agosto, num evento levado a cabo pela RM Sotheby’s aquando do Monterey Car Week, após estar na The Terence E. Adderley Collection, tendo um valor estimado de venda situado entre o um milhão e os 1,3 milhões de euros.

1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
previous arrow
next arrow
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
previous arrow
next arrow

TAGS: RM Sotheby's Stutz Bearcat Stutz DV-32 Weymann Fabric Bodies


PARTILHAR:

Deixe um comentário

Please Login to comment