RM Sotheby’s leva a leilão exemplar do McLaren F1 com particularidade única

Mercado 11 Ago 2022

RM Sotheby’s leva a leilão exemplar do McLaren F1 com particularidade única

Lançado em 1992, o McLaren F1 marcou uma época na história automóvel e da própria marca britânica. Projectado por Gordon Murray, a pedido de Ron Dennis, e desenhado por Peter Stevens, o F1 seria o automóvel de produção mais rápido, feito alcançado em 1998, ao atingir os 386.4 km/h, superando o recorde do Jaguar XJ220. A produção terminou em 1998, com apenas 106 exemplares produzidos na totalidade, incluindo automóveis de estrada e de competição, sendo que se contarmos apenas os exemplares de estrada estes são somente 64.

Gordon Murray sempre idealizou que o F1 fosse equipado com um motor naturalmente aspirado e a escolha recairia no motor V12 S70/2 da BMW, com 6,1 litros de cilindrada e 627cv de potência às 7400 rotações por minuto e 650Nm de binário às 5600 rotações por minuto. Tudo para um peso abaixo dos 1150 quilos.

Um dos problemas com o que os primeiros proprietários se depararam, era a sua fraca visibilidade de noite, pois os faróis iluminavam pouco. A solução que a McLaren encontrou, foi equipar o F1 com os faróis extraídos do BMW Z1. Presente neste artigo está o McLaren F1 com o chassis 059, que foi o primeiro e único protótipo que recebeu esta alteração. Esta solução fez com que o próprio farol fosse mais pequeno, o que distingue este F1 dos restantes.



Terminado na cor Magnesium Silver com interior em alcântara preta e vermelha, foi vendido novo a John Studholme da Dynamic Cassette International, um aficionado dos McLaren F1, que além deste teve outros dois. Sete meses após receber o F1 com o chassis 059, este mandou-o para a McLaren Special Operations para ser efectuadas a manutenção e ao mesmo tempo ser equipado com o kit High Downforce e as jantes OZ Racing de 18” construídas em magnésio.

Em 2012 este F1 foi vendido ao seu segundo proprietário, que o enviou para os EUA, mas que por não ter 25 anos foi registado sob a regulamentação de “Show and Display”. Este proprietário apenas andou com ele 300 milhas, já que o manteve sempre na sua colecção, designada de Pinnacle Portfolio Collection.

Agora este McLaren F1, que percorreu menos de 16.400 milhas desde novo, cerca de 26.000 quilómetros, irá ser levado a leilão, através da RM Sotheby’s aquando o Monterey Car Week, que decorre nos próximos dias 18 a 20 de Agosto, sem haver um valor estimado de venda, pois esta irá efectuar-se à “porta fechada”. Juntamente com o automóvel, seguem as malas originais, assim como a caixa de ferramentas da Facom.

1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
previous arrow
next arrow
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
previous arrow
next arrow

TAGS: BMW Z1 McLaren F1 RM Sotheby's


PARTILHAR:

Deixe um comentário

Please Login to comment