A Opel Classic participa no Olympia Rally '72 Revival

Competição 27 Jul 2022

A Opel Classic participa no Olympia Rally ’72 Revival

A Opel Classic irá participar no Olympia Rally ’72 Revival, que terá lugar na Alemanha de 8 a 13 de Agosto. No total, 197 equipas de nove nações irão completar seis etapas diárias entre Kiel, no Norte, e Munique, no Sul – com um percurso total de 2252 quilómetros e entre os inscritos está a lenda dos ralis e o bicampeão do mundo, Walter Röhrl, cuja carreira se iniciou há exatamente 50 anos no Olympia Rally original.

“Estamos entusiasmados por podermos contribuir com estas preciosidades para este grande ‘revival’ através dos nossos modelos clássicos da Opel, tais como o Rallye Kadett de 1971 e o Commodore GS/E Coupé. E, claro, o Opel Olympia também desempenhará um papel à altura, ao igualar o nome do rali. Tal como o nosso novo Astra Híbrido Plug-in, que dará nas vistas com o seu ‘esign’ arrojado e puro e com as suas tecnologias pioneiras como veículo zero e da organização”, disse Harald Hamprecht, Vice-Presidente, Comunicação.

“O Olympia Rally de 1972 foi um evento único e este Revival irá entusiasmar os fãs”, disse Leif Rohwedder, Manager Opel Classics. “Os nossos lendários automóveis Opel trarão, certamente, muitas recordações aos participantes e espectadores.”



Walter Röhrl conduz os Opel Commodore GS/E e Ascona 400

Walter Röhrl descreve o Olympia Rally de 1972 como “o rali do século. Depois disto, nada foi igual ao que era antes”. Seguiu-se o seu primeiro contrato com a equipa Opel oficial. “Sob a orientação do preparador da Opel, Günter Irmscher, preparei-me para o meu primeiro Rali de Monte Carlo e para uma emocionante temporada de 1973 com o meu novo navegador Jochen Berger”. O bávaro ganhou o Campeonato da Europa de Ralis em 1974 num Opel Ascona A oficial e o título de campeão do mundo de pilotos (pela segunda vez) em 1982 com o Ascona 400.

Na Quinta-feira, 11 de Agosto, Röhrl irá conduzir de Colónia a Pferdsfeld no Commodore GS/E da Opel Classic. Foi precisamente com um automóvel como este que Röhrl e Berger fizeram a sua estreia com a Irmscher/Opel no Rali de Monte Carlo em 1973. Röhrl irá depois percorrer a segunda etapa de Pferdsfeld num Opel Ascona 400 – um automóvel com o qual celebrou numerosos sucessos, sobretudo a vitória no Rali de Monte Carlo em 1982. O destino do dia é o Speyer “Technik Museum”, casa da maior exposição espacial da Europa.

Para além dos clássicos da Opel conduzidos por Walter Röhrl, um Opel Kadett B especial será pilotado no Olympia Rally ’72 Revival por Hermann Tomczyk, presidente da ADAC sport e pelo veterano do desporto automóvel, Günther Holzer. Partilharão o Rallye Kadett que foi conduzido pelos suecos Anders Kulläng e Bruno Berglund na década de 70.

Por fim, um revival Olympia Rally não estaria completo sem um Opel com o mesmo nome, o qual estará presente sob a forma de um Olympia 1100 SR de 1967. Este exemplar, em particular, conta com o motor 1100 SR com 60cv. O Olympia 1900, mais potente, podia atingir uma velocidade máxima de 170 km/h, território exclusivo de veículos desportivos dessa altura.

Opel Astra Híbrido Plug-in, arrojado e puro, como veículo zero

Para garantir que os organizadores do revival Olympia Rally possam viajar no mesmo estilo arrojado e puro que os modelos clássicos de Rüsselsheim, a Opel disponibilizou um novo Astra Híbrido Plug-in para ser utilizado como veículo da organização. O Astra electrificado produz 180cv de potência e 360 Nm de binário máxima. No modo puramente eléctrico, o compacto de cinco portas pode percorrer até 60 quilómetros sem emissões locais.

01_opel_astra_hybrid_opel_commodore_b_gse_519669
06_opel_ascona_b_400_56677-
Opel Kadett Rallye, Bj. 1971
1967 Opel Olympia
previous arrow
next arrow
01_opel_astra_hybrid_opel_commodore_b_gse_519669
06_opel_ascona_b_400_56677-
Opel Kadett Rallye, Bj. 1971
1967 Opel Olympia
previous arrow
next arrow


TAGS: Olympia Rally Revival Opel Opel Classic Racers Walter Röhrl


PARTILHAR:

Deixe um comentário

Please Login to comment