Museum of American Speed, uma homenagem à alta velocidade

Competição 22 Jun 2022

Museum of American Speed, uma homenagem à alta velocidade

Num lugar isolado numa zona industrial de Nebraska encontra-se uma das colecções automóvel mais impressionantes do mundo. Se não fosse o veículo de corrida que está à entrada, ninguém saberia o que esperar. O visionário e o fundador do Museum of American Speed foi “Speedy” Bill Smith.

O museu é composto por três andares e pode ser descrito como um labirinto de automóveis de corrida, motoros e acessórios antigos, alguns com mais de 100 anos. A exposição é composta por peças de automobilia de pilotos americanos e pelos mais variados automóveis de competição americana como midgets, dirt trackers, muscle cars e Indy.

Muitos dos automóveis em exibição são acompanhados por recriações de garagens de época, conseguindo assim, dar ao visitante uma imagem impressionante de como era uma oficina naquela altura, desde as ferramentas usadas aos manuais e peças de reposição.


Um dos exemplares que se destaca, dentro de muito, participou nas 500 Milhas de Indianápolis, em 1941, com Joie Chitwood ao volante. No entanto, o automóvel era muito turbulento no piso do autódromo o que tornava quase impossível para Chitwood manter o pé no acelerador. Para conseguir permanecer no banco o piloto usou um cinto de segurança de um avião e colocou-o no automóvel. Foi a primeiro vez que um cinto de segurança foi usado numa competição Indy.


Os pilotos de Indianápolis estão bem representados, desde o Miller-Ford de 1935, ao Mallard Turbo Offy de 1967 e ao STP Indy Car de 1969.

No centro do museu podem-se encontrar dois Chevrolet Corvettes clássicos. Um deles é um pequeno Corvette vermelho de 1957 e um branco de 1953, o primeiro ano de produção do “Vette”. Deste modelo foram produzidos apenas 300 unidade naquele ano, e todos eles eram brancos.

Mas nesta colecção não se encontram só automóveis sendo que há quase tantos motores autônomos quanto veículos completos em exibição e alguns deles ainda se encontram na oficina, a sofrerem um restauro. E quase todos os motores são americanos desde Chevrolet Corvettes, a motores Ford, Mustang e muito mais.

Para acabar ainda existe uma secção dedicada aos petrolheads mais pequenos, com uma colecção de automóveis a pedais a cobrir um piso completo. Este museu dentro de um museu apela à criança dentro de nós.

Museum-of-American-Speed-1
Museum-of-American-Speed-2
Museum-of-American-Speed-3
Museum-of-American-Speed-4
Museum-of-American-Speed-6
Museum-of-American-Speed-7
Museum-of-American-Speed-8
Museum-of-American-Speed-9
Museum-of-American-Speed-10
Museum-of-American-Speed-11
Museum-of-American-Speed-12
Museum-of-American-Speed-13
Museum-of-American-Speed-14
Museum-of-American-Speed-15
Museum-of-American-Speed-16
Museum-of-American-Speed-17
Museum-of-American-Speed-18
Museum-of-American-Speed-19
Museum-of-American-Speed-20
Museum-of-American-Speed-21
previous arrow
next arrow
Museum-of-American-Speed-1
Museum-of-American-Speed-2
Museum-of-American-Speed-3
Museum-of-American-Speed-4
Museum-of-American-Speed-6
Museum-of-American-Speed-7
Museum-of-American-Speed-8
Museum-of-American-Speed-9
Museum-of-American-Speed-10
Museum-of-American-Speed-11
Museum-of-American-Speed-12
Museum-of-American-Speed-13
Museum-of-American-Speed-14
Museum-of-American-Speed-15
Museum-of-American-Speed-16
Museum-of-American-Speed-17
Museum-of-American-Speed-18
Museum-of-American-Speed-19
Museum-of-American-Speed-20
Museum-of-American-Speed-21
previous arrow
next arrow



PARTILHAR:

Deixe um comentário

Please Login to comment