Nissan Figaro, o último dos Pike Cars da marca nipónica

Clássicos 19 Jun 2022

Nissan Figaro, o último dos Pike Cars da marca nipónica

Por Tiago Nova

No final dos anos 80, a Nissan lançava uma linha de pequenos automóveis com estilo retro, designados Pike Cars, todos com base na primeira geração do Nissan March, conhecido por cá como Nissan Micra K10. Desta linha de modelos nasceram os Nissan Be-1, o Pao e a carrinha S-Cargo.

Em 1989, é apresentado como protótipo o Nissan Figaro, no Salão Automóvel de Tóquio e, em 1991, é então lançado o modelo de produção, de 2+2 lugares e tejadilho amovível estilo Canvas Top e com a denominação de código FK10. O Figaro só esteve em produção durante um ano, com um total de 20.073 exemplares produzidos na fábrica da Aichi Machine Industry, vendidos exclusivamente no Japão e produzidos apenas com volante à direita. Inicialmente só seriam produzidos 8 mil modelos, mas, para responder às encomendas, a Nissan produziu mais 12 mil e só se poderia adquirir um Figaro se fosse o selecionado através de uma lotaria.

O design do Figaro esteve a cargo de Naoki Sakai e Shoji Takahashi, inspirados no alemão Gutbrod Superior lançado em 1950. Posteriormente, o Nissan Figaro inspirou o design do Daihatsu Copen, mas num produto diferente, maior e completamente descapotável.



O Nissan Figaro utiliza o motor MA10ET de quatro cilindros, com 987cc de cilindrada e turbocompressor, produzindo 67cv e 106 Nm de binário. Acoplado ao motor está uma caixa automática de três velocidades. A suspensão da frente consiste num desenho MacPherson, enquanto na traseira utiliza o desenho four-link. A travagem está a cargo de travões de disco ventilados na frente e de tambor na traseira. Para o peso se situar baixo, na ordem dos 800 kg, os painéis da frente são produzidos em termoplástico. A velocidade máxima do Figaro situa-se nos 170km/h.

O equipamento do automóvel é até bastante completo, vindo com bancos em pele branca, ar condicionado, vidros eléctricos, direcção assistida, rádio com leitor de CD, manetes cromadas e manómetros cromados também. Alguns exemplares vinham ainda com rede no lado do passageiro para guardar documentos e porta copos.

Só estavam disponíveis quatro cores, cada uma delas representa as estações do ano, Topaz Mist, Emerald Green, Pale Aqua e Lapis Grey, sempre com o tejadilho e outros pormenores em branco. De todas as cores a Lapis Grey é a mais comum, com mais de 8 mil exemplares produzidos, seguindo-se a Emerald Green, com mais de 5.500 produzidos e a Pale Aqua com quase 4 mil unidades, sendo a mais rara a Topaz Mist com pouco mais de 2 mil exemplares.

Hoje em dia, o Nissan Figaro é um automóvel bastante procurado, sendo exportado para vários países, da Europa e EUA. Na época, alguns exemplares foram exportados para o Reino Unido, através de privados, mas sempre em poucos números.

nissan_figaro_1
nissan_figaro_58
nissan_figaro_4
nissan_figaro
nissan_figaro
nissan_figaro_4
nissan_figaro_5
nissan_figaro_6
nissan_figaro_7
nissan_figaro_8
nissan_figaro_46
nissan_figaro_69
nissan_figaro_75
nissan_figaro_concept
nissan_figaro_concept_1
nissan_figaro_concept_2
nissan_figaro_concept_3
nissan_figaro_concept_4
previous arrow
next arrow
nissan_figaro_1
nissan_figaro_58
nissan_figaro_4
nissan_figaro
nissan_figaro
nissan_figaro_4
nissan_figaro_5
nissan_figaro_6
nissan_figaro_7
nissan_figaro_8
nissan_figaro_46
nissan_figaro_69
nissan_figaro_75
nissan_figaro_concept
nissan_figaro_concept_1
nissan_figaro_concept_2
nissan_figaro_concept_3
nissan_figaro_concept_4
previous arrow
next arrow

TAGS: Nissan Figaro


PARTILHAR:

Deixe um comentário

Please Login to comment