RM Sotheby’s leva a leilão um raro BMW 507 Series II

Mercado 11 Mai 2022

RM Sotheby’s leva a leilão um raro BMW 507 Series II

Como dito num anteriormente artigo do Jornal dos Clássicos, o BMW 507 foi um belo erro da marca alemã, isto porque, apesar de toda a sua beleza e do seu motor V8, o 507 foi um fracasso de vendas que levou a marca à falência.

Em 1956 a BMW lançava um dos mais bonitos automóveis alguma vez produzidos pela marca, o descapotável 507, desenhado por Albrecht von Goertz. Apesar de a economia global ainda estar a recuperar pelos danos causados pela Segunda Guerra Mundial, a BMW decidiu seguir o caminho do luxo, muito por culpa de Max Hoffman, o importador da BMW em Nova Iorque. Em 1954, Hoffman convenceu a BMW a produzir um descapotável com base nas berlinas 501 e 502, pois a BMW não tinha nenhum modelo para competir nesse segmento, principalmente com o Mercedes-Benz 300SL, o modelo da BMW era mais barato que o 300SL mas mais caro do que o Porsche 356.

Inicialmente o preço de venda ao público seria bastante competitivo, no entanto, por erros de cálculo, os custos de produção aumentarem exponencialmente, apesar de Fritz Fiedler ter utilizado o maior número de peças possíveis de outros modelos da marca. Isto fez disparar o preço do automóvel e, consequentemente, afastar potenciais clientes. Entre 1956 e 1960, somente 252 exemplares foram produzidos e, segundo consta, a BMW perdeu dinheiro em todos eles.


O BMW 507 está equipado com o motor V8 M507/1 construído em alumínio, com válvulas à cabeça, dois carburadores duplos Zenith 32NDIX e 3,2 litros de cilindrada, produzindo 150cv às 5.000rpm, um valor bastante bom para a época. Acoplado ao motor está uma caixa manual de quatro velocidades da ZF de relações curtas. O peso total do 507 é de 1.300 quilos, pois era produzido totalmente à mão em alumínio, o que faz com que nenhum exemplar seja igual.

Apesar dos poucos exemplares produzidos, o BMW 507 foi divido em duas séries, a Series I, produzida de 1956 até ao início de 1957, com apenas 34 exemplares produzidos. Estes são conhecidos por ter um tanque de combustível de 110 litros construído em alumínio, montado atrás dos bancos, o que limita o espaço interior e o da bagageira. A partir de 1957, passaram a ser produzidos os BMW 507 Series II, que estão equipados com um tanque de apenas 66 litros colocado por baixo da bagageira, aumentando o espaço para os passageiros e bagagem. Além disso, os 507 Series II têm um painel de instrumentos redesenhado e uma nova capota de lona. De todos os exemplares, apenas onze foram vendidos novos com o opcional de hardtop construído também à mão, em alumínio.

O exemplar presente neste artigo, com o chassis número #70140, saiu de fábrica em 1958 na cor Graphit, pertencendo assim à Series II, estando equipado com o seu hardtop original e o rádio Becker Brescia. Foi entregue no concessionário italiano da BMW Casa dell’ Automobili, em Roma, a 4 de Junho de 1958. Um ano depois seria vendido ao seu primeiro proprietário Luigi Beltrametti, que o utilizava com bastante frequência. Após seis anos, foi vendido ao seu segundo proprietário, Giannantonio Panigoni, que equipou o 507 com travões de disco na frente e um eixo traseiro com uma relação de 3,42:1. Panigoni teve na sua posse o BMW 507 mais de 50 anos, participando com ele em inúmero encontros e ralis.

Agora, irá a leilão no próximo dia 14 de Maio, num evento organizado pela RM Sotheby’s aquando do Grande Prémio Histórico do Mónaco, com um valor de venda estimado entre os 2,1 e os 2,5 milhões de euros. Juntamente com o automóvel, seguem vários documentos da época, assim como os manuais originais.

75176b6c3ccf5e4efa09a2d2583ca19b08cafe3d
74e9634e4d38768d8de985217c0f8a9ed6fdd528
60e6ed4853f38b92cdf87c46d5b6a90c2f647767
083ff61724f2c0eaed47058bd62d9335941b05c8
44c6f2309b6165906eab7bc50f4c64d2344f1301
9d7616a20e349ee40e6566b2bf45a10bc42264d7
28a3ff71c5053a236dc34d4d2a227c60ac96b696
30c54e4ff44ce682cf624ad72a000fc619046d14
56e2b014bbc3ed47dfdc98449026c4cee3adcbda
99f4332cb545c8047763e481a59f80de0cb872e8
435e17d4d89dc5d61837a14853e74eceed526552
6845e78de4f2db1a3fca8f786cccc933317a293d
300816e60b7c4d63a04fd0c08d21eab61286d178
03075396dab02a98e841c6f96588df74ef8eacaf
5155410d02ac0b043ba96aca01287c0d8186cd57
a3beb81068f12886a51cf8863c3f48b7ea9293c8
b593015b4bd7de434cc6f0faa4e935c2cc793f42
c9b56dfcd8000bc21f80aec64846500316f01025
c53d280250b280fdd2934502ebf0097b9ff2e4d5
2c7abf7e1f18aaa7d3930ac22903fd3da4b92f03
8cc84db59395d90654440ce6c8f3dfcce0541924
7a1018386f055d6d1a07f255678eb47e93e7b46a
f75d50143fdb2f60763c10c27c4bf8cb3d9bbf10
previous arrow
next arrow
75176b6c3ccf5e4efa09a2d2583ca19b08cafe3d
74e9634e4d38768d8de985217c0f8a9ed6fdd528
60e6ed4853f38b92cdf87c46d5b6a90c2f647767
083ff61724f2c0eaed47058bd62d9335941b05c8
44c6f2309b6165906eab7bc50f4c64d2344f1301
9d7616a20e349ee40e6566b2bf45a10bc42264d7
28a3ff71c5053a236dc34d4d2a227c60ac96b696
30c54e4ff44ce682cf624ad72a000fc619046d14
56e2b014bbc3ed47dfdc98449026c4cee3adcbda
99f4332cb545c8047763e481a59f80de0cb872e8
435e17d4d89dc5d61837a14853e74eceed526552
6845e78de4f2db1a3fca8f786cccc933317a293d
300816e60b7c4d63a04fd0c08d21eab61286d178
03075396dab02a98e841c6f96588df74ef8eacaf
5155410d02ac0b043ba96aca01287c0d8186cd57
a3beb81068f12886a51cf8863c3f48b7ea9293c8
b593015b4bd7de434cc6f0faa4e935c2cc793f42
c9b56dfcd8000bc21f80aec64846500316f01025
c53d280250b280fdd2934502ebf0097b9ff2e4d5
2c7abf7e1f18aaa7d3930ac22903fd3da4b92f03
8cc84db59395d90654440ce6c8f3dfcce0541924
7a1018386f055d6d1a07f255678eb47e93e7b46a
f75d50143fdb2f60763c10c27c4bf8cb3d9bbf10
previous arrow
next arrow

TAGS: BMW 507 RM Sotheby's


PARTILHAR:

Deixe um comentário

Please Login to comment