Peugeot 205, o hatchback mais seguro do mundo

Clássicos 30 Mar 2022

Peugeot 205, o hatchback mais seguro do mundo

Por Edgar Freitas

Vivemos no final da década de 80, e o Peugeot 205 é um sucesso estrondoso de vendas. Pequeno, ágil e com um design apelativo, este pequeno hatchback percorreu as estradas desta nossa Europa, sendo um meio de transporte das massas, tarefa que cumpriu com afinco durante o apogeu da sua produção.
 
O actual presidente da famosa companhia de luxo Louis Vuitton, Bernard Arnault, encomendou o então automóvel das massas, o Peugeot 205, estabelecendo «apenas» uns requisitos especiais.
 
Se bem se recordam, o Peugeot 205 apenas vinha equipado com ar condicionado ou direcção assistida. Neste caso, a combinação destas características absolutamente indispensáveis nos dias de hoje, foi acedida apenas para o efeito.
 
A escolha do Peugeot 205 recaiu precisamente pelo facto de ser um automóvel comum, e que permitiria ao milionário circular livremente, sem todo o aborrecimento dos procedimentos de segurança, incomodo de paparazzi, etc.
 
O requisito que faz deste automóvel tão especial, é mesmo o facto de ser blindado. Para o efeito, painéis blindados com nível 2 de protecção foram instalados, oferecendo protecção contra munições até nove milímetros. Também os vidros tinham uma grossura superior, sendo à prova de bala.
 
Todo este aumento de peso, ditou uma necessidade de melhorar os travões, bem como a suspensão. No final, estima-se que este clássico pese em torno de mil e quatrocentos quilos.
 
Propulsionado pelo mítico motor mil e novecentos do GTI, com cerca de cento e vinte cavalos de potência, a performance não ficava aquém do normal para um automóvel citadino da época.
 

IMAGEM 1
IMAGEM 2
IMAGEM 3
IMAGEM 4
previous arrowprevious arrow
next arrownext arrow
IMAGEM 1
IMAGEM 2
IMAGEM 3
IMAGEM 4
previous arrow
next arrow

TAGS: Peugeot 205


PARTILHAR:

Deixe um comentário

Please Login to comment