Opel Turbo Manta, a rara versão do icónico coupé alemão

Clássicos 04 Jan 2022

Opel Turbo Manta, a rara versão do icónico coupé alemão

Por Tiago Nova

O Opel Manta é um coupé de duas portas produzido em duas gerações, de 1970 a 1988. O Manta A foi lançado em Setembro de 1970, dois meses antes do Ascona, modelo com o qual partilhava a base. Ao contrário de outros modelos Opel que eram partilhados com a Vauxhall, a primeira geração do Manta não esteve disponível no portefólio da marca britânica. Os Opel Manta A também foram vendidos nos EUA, sendo dos poucos modelos da marca alemã disponíveis nesse mercado, vendidos através dos concessionários da Buick.

Ao nível das motorizações, o motor base era o 1,2 S de 60cv, seguindo-se o 1,6 N e S, com 68 e 75cv, respectivamente e, por fim, o motor 1,9L S, E e GT/E, com 90 e 105cv. Os dois motores de maior cilindrada pertencem à família CIH, com uma árvore de cames à cabeça. Acoplada ao motor estava uma caixa de quatro velocidades manual, ou uma automática TH-180 de três relações. O Manta ficaria marcado por ser um dos automóveis com melhor condução da sua classe.

Várias versões mais desportivas foram lançadas do Manta A, como o Rallye, com relações da caixa mais curtas e outros pormenores, e o GT/E, equipado com o motor de 1,9 litros e injecção de combustível. Outras versões icónicas do Manta, foram o Black Magic e o Swinger.


No entanto, umas das versões mais raras, mas que também não foi desenvolvida pela própria Opel, foi o Turbo Manta, com o objectivo principal de aumentar as prestações do modelo. Produzida em 1973 em cinco protótipos, com volante à esquerda, para demonstração à Opel AG, pela Turbo-May. Com base na versão Manta SR equipado com o motor 1,9 S de 90cv, foi aplicado um turbo Holset 3LDG, entre outras alterações, como o carburador Solex 32 DIDTA-4 montado numa zona diferente, uma junta da cabeça em cobre mais espessa, molas das válvulas mais resistentes, escape diferente e a taxa de compressão foi diminuída para os 7,6:1. Com estas alterações, o motor passou a desenvolver 158cv às 5500 rpm e 236 Nm de binário às 4000 rpm, com uma aceleração de 7,2 segundos dos 0-100 km/h, com a ajuda do seu peso de 970 kg. Um dos grandes problemas desta versão era o elevado consumo de combustível, mas também o elevado custo de produção, tendo a Opel abandonado o projecto.

Posteriormente, a Dealer Opel Team, que era a importadora e construtora de automóveis Opel no Reino Unido, viu um grande potencial nesta versão e pediu, em Outubro de 1974, à Broadspeed para produzir mais 28 exemplares. O Turbo Manta foi então desenvolvido pela equipa de competição britânica Broadspeed, estes exemplares diferem dos protótipos por terem a base no Manta Berlinetta e jantes de alumínio de 13”, além do interior castanho, medidor de pressão do turbo no lugar do relógio, volante desportivo e tecto de abrir metálico. Podiam ainda vir equipados com caixa de velocidades automática.

Os cinco protótipos foram todos pintados na cor Signalgelb Sunflower Yellow, com riscas largas na lateral, na traseira encontrava-se a inscrição Turbo Manta. Pelo contrário, os 28 exemplares pedidos pela D. O. T. eram pretos, com tejadilho em vinil e um pequeno logótipo a dizer Turbo na lateral traseira. Ambos os modelos tinham o spoiler frontal do Manta GT/E.

Hoje em dia, os Turbo Manta são automóveis extremamente raros, com poucas unidades sobreviventes.

opel_manta_turbo
367037_b6ad09de25abc96fbe3524eaa6ed1749
367036_4cf55d538543d4dec85ba709b6e81675
1974-opel-manta-turbo-engine-2
opel_manta_broadspeed_turbo
c6a832e2b15ad035c9e18b00a87efc37
opel_manta_broadspeed_turbo
opel_manta_broadspeed_turbo_9
previous arrow
next arrow
opel_manta_turbo
367037_b6ad09de25abc96fbe3524eaa6ed1749
367036_4cf55d538543d4dec85ba709b6e81675
1974-opel-manta-turbo-engine-2
opel_manta_broadspeed_turbo
c6a832e2b15ad035c9e18b00a87efc37
opel_manta_broadspeed_turbo
opel_manta_broadspeed_turbo_9
previous arrow
next arrow

TAGS: Broadspeed Dealer Opel Team Opel Manta Turbo-May


PARTILHAR:

Deixe um comentário

Please Login to comment