Aston Martin DB2/4 que competiu na Carrera Panamericana leiloado 110 mil euros

Mercado 15 Dez 2021

Aston Martin DB2/4 que competiu na Carrera Panamericana leiloado 110 mil euros

O Aston Martin DB2/4 foi lançado em 1953, sendo o segundo automóvel de produção concebido pela Aston Martin sob a direcção de David Brown, um industrial abastado, que geria a empresa de tractores agrícolas da família. Foi sob a sua égide que foram lançados os icónicos modelos DB da Aston Martin, que representam as iniciais de David Brown.

Baseado no DB2, que tinha sido desenhado por John Turner quando ele tinha 17 anos, o DB2/4 foi inicialmente equipado com um motor de seis cilindros em linha da Lagonda, concebido por W.O. Bentley, com dupla árvore de cames à cabeça, de 2,6 litros de cilindrada que debitava 125cv de potência. Posteriormente, a cilindrada aumentou para os 2,9 litros, passando a potência para os 140cv. O DB2/4 tinha prestações espetaculares para a época, atingindo as 120mph de velocidade máxima, cerca de 193km/h.

No total, foram produzidos 764 exemplares do DB2/4, de 1953 a 1957, distribuídos pelas séries Mark I e Mark II, disponível nas carroçarias Fixedhead e Drophead, assim como alguns carroçados pela Bertone e Vignale.


O exemplar presente neste artigo foi vendido novo nos EUA, em 1954. Em 1991 foi vendido a uma equipa de competição e, nessa altura, foi totalmente restaurado na Automotive Restorations e transformado para competição automóvel. Competiu em 1992 na Carrera Panamericana e terminou em quinto lugar, uma posição extremamente boa tendo em contas as dezenas de participantes.

Durante o processo de transformação, este DB2/4 recebeu um motor DBA de especificações Vantage com 3,0 litros de cilindrada, produzindo cerca de 200cv, construído pela Steel Wings conta com pistões de aço forjado, bielas da Carillo, três carburadores duplos Weber, assim como colectores específicos, duas bombas de combustível, um radiador maior, distribuidor Mallory Unilite e ignição da MSD. O motor está acoplado a uma caixa manual de quatro velocidades da David Brown e um diferencial traseiro autoblocante de um DB4, com uma relação 3.31:1.

O chassis foi todo reforçado e a suspensão recebeu melhorias, com a adição de uma barra estabilizadora mais robusta, amortecedores melhorados e afinação de camber negativo. A travagem também foi melhorada, com pinças de travão do DB4 e um servofreio com circuito duplo.

Já no interior, foi aplicada uma rollbar completa, duas backets OMP, cintos de seis pontos da Schroth e um tablier completamente novo. A carroçaria foi terminada na cor Wimbledon White, com riscas em azul claro.

No passado dia 10 de Dezembro, foi vendido em leilão, na plataforma da Collecting Cars, por 110 mil euros.

KenoZache-IMG-0947
DSC-6949
DSC-6928
KenoZache-IMG-0885
KenoZache-IMG-0916
DSC-6951
KenoZache-IMG-0730
DSC-6954
KenoZache-IMG-0902
DSC-6966
IMG-2846
IMG-2884
KenoZache-IMG-0763
KenoZache-IMG-0776
KenoZache-IMG-0848
KenoZache-IMG-0968
Unterboden-Hinterachse
previous arrow
next arrow
KenoZache-IMG-0947
DSC-6949
DSC-6928
KenoZache-IMG-0885
KenoZache-IMG-0916
DSC-6951
KenoZache-IMG-0730
DSC-6954
KenoZache-IMG-0902
DSC-6966
IMG-2846
IMG-2884
KenoZache-IMG-0763
KenoZache-IMG-0776
KenoZache-IMG-0848
KenoZache-IMG-0968
Unterboden-Hinterachse
previous arrow
next arrow

TAGS: Aston Martin DB2/4 Automotive Restorations Carrera Panamericana Collecting Cars


PARTILHAR:

Deixe um comentário

Please Login to comment