Rally ACP Clássicos contou com 90 equipas inscritas

Competição 22 Nov 2021

Rally ACP Clássicos contou com 90 equipas inscritas

O Rally ACP Clássicos mostrou que a paixão pelos automóveis clássicos está bem viva, com mais de 90 equipas a responderem, com entusiasmo, à chamada do Automóvel Club de Portugal. Na estrada, muitas máquinas de sonho aceleraram as rotações mas também os corações de quem as viu passar entre o Estoril e Mafra.

Num percurso compacto, com paisagens de rara beleza entre os Jardins do Estoril e o Convento de Mafra, foi o cenário perfeito para aliar o espírito desportivo à saudável confraternização entre os concorrentes que abrilhantaram mais uma edição do Rally ACP Clássicos e fizeram questão de evidenciar o excelente ambiente que a prova “respira”. 

Modelos clássicos, que conquistaram lugares de destaque na história do automóvel, espalharam charme por onde passaram durante toda a manhã e início da tarde de Sábado. E nem a sua avançada idade fez com que o ritmo fosse menos acelerado nas provas de Regularidade que tiveram um papel preponderante na definição dos resultados desportivos. 


Neste capítulo e após cumpridos 44 quilómetros de provas especiais onde o cronómetro se mostrou implacável, o maior destaque vai para a vitória da dupla Nuno Serrano/Alexandre Berardo que levaram o Peugeot 205 GTI de 1984, ao triunfo absoluto. Mas, não se tratou, de todo, de uma vitória fácil, uma vez que a disputa pelo lugar mais alto do pódio esteve ao rubro até à última prova especial, com a equipa Edgar Guerra/Filipa Guerra num Alfa Romeo Giulietta 1.8 a vender cara à derrota por apenas 0,7 segundos. Não muito longe, a apenas 1,6 segundos dos vencedores, Domingos Ribeiro Santos/Luís Filipe Menezes levaram o seu Porsche 928 S4 ao derradeiro lugar do pódio, entre as 86 equipas que lograram concluir a prova em Mafra.  

Com automóveis tão emblemáticos mas dispares nas idades, houve também espaço para os vencedores de cada categoria brilharem. Se Nuno Serrano/Alexandre Berardo se impuseram naturalmente como vencedores absolutos também na Categoria H, automóveis entre 1981 e 1990, Domingos Ribeiro Santos/Luís Filipe Menezes fizeram a diferença na Categoria de Futuros Clássicos.  

Já na Categoria E, o maior destaque foi para o triunfo de Manuel Franco de Sousa/Eduardo Franco de Sousa, num MG A, na mesma medida em que na Categoria G, foi a dupla Pedro Manso Pires/Ana Manso Pires, em Datsun 240 Z, a superiorizar-se a todos os adversários. Finalmente, na Categoria F, Evandro Gueiros/Adriana Gueiros suplantaram a concorrência, ao volante de um Porsche 356 C.  

Na óptica da organização, “a prova foi muito competitiva, com diferenças que chegaram a ser de décimas de segundo. Na partida da última classificativa, escassos 1,6 segundos separavam os dois primeiros classificados. Por isso, temos motivos para estar orgulhosos, até pelo facto de termos batido um novo recorde de inscritos e com muitos estreantes.”

Corre assim o pano de mais uma edição do Rally ACP Clássicos, onde não faltou uma acesa competição, condimentada por agradáveis momentos de convívio que incluíram até uma visita a uma coleção privada de automóveis e motos clássicas que agradou todos participantes.

previous arrow
next arrow
previous arrownext arrow
Slider


TAGS: Rally ACP Clássicos


PARTILHAR:

Deixe um comentário

Please Login to comment