Group 1 Portugal e Troféu Mini regressam ao Circuito do Estoril

Competição 19 Nov 2021

Group 1 Portugal e Troféu Mini regressam ao Circuito do Estoril


Troféu Mini

No próximo fim-de-semana, dia 20 e 21 de Novembro irá decorrer os 250 KM do Estoril e onde o Troféu Mini tem a sua última entrada em pista nesta temporada. São dez equipas dos pequenos e irreverentes modelos que entram em cena no Domingo, pelas 08h40, altura em que irão realizar a sessão de qualificação, com a corrida de duas horas marcada para o mesmo dia às 15h20.

A dupla José Dias e Nuno Dias lideram o Troféu com 139 pontos, mas terão que vencer esta corrida para se consagrarem vencedores, ou esperar que o segundo classificado Luís Sepúlveda, com 133 pontos, não termine a prova acima do terceiro posto. Na sua primeira época completa de competição, Bruno Lima é o terceiro com 100 pontos, partilhando o mini com as cores da mundialmente famosa Gulf com seu pai Paulo Lima. Logo atrás vem Fernando Soares, companheiro de Luís Sepúlveda, com 99 pontos, todos em posição de disputarem os lugares mais altos na classificação final do Troféu. João Fedorowicz é quem se segue na classificação, com 80 pontos, no entanto tem o seu compatriota Gui Affonso muito próximo, a apenas dois pontos de diferença. Affonso inscreve-se para a derradeira prova do Troféu com o estreante Marcio Basso. João C. Silva regressa com Rui Salvada depois da dupla ter estado ausente da prova de Jerez, os pilotos do veículo #6 apresentam Manuel C. Dias como reforço para a prova de duas horas.  Joel Reis regressa ao circuito onde fez a sua estreia no passado mês de Julho, no entanto para esta prova de resistência traz o Rui Silva como companheiro de equipa, que surpreendeu em Jerez com a Pole Position. Mário Marcão regressa de igual forma ao circuito do Estoril, o piloto de Évora terá Hugo Fernandes como companheiro de equipa. A concluir a lista de inscritos o estreante João P. Andrade, piloto brasileiro que enfrentará o grande desafio que são as duas horas de corrida a solo.


previous arrow
next arrow
previous arrownext arrow
Slider



GROUP 1 Portugal

Depois da passagem por terras andaluzas, o Group 1 Portugal regressa ao Autódromo do Estoril para encerrar a temporada e logo com a chave de ouro com 39 equipas a realizarem a tradicional prova dos 250 km. Assim, com regras específicas de paragens nas boxes para troca de pilotos e reabastecimento e com uma estratégia de corrida que se revela importantíssima, foi em grande número que os Group 1 Portugal aceitaram mais este desafio que Race Ready apresentou.

Esta última prova do ano tem tudo para ser extremamente interessante, porque para além da vitória na prova discutem-se os vencedores anuais de cada categoria. A categoria H81-2000 com seis inscritos, é neste momento liderada por Paulo Vieira com 130 pontos empatado com a dupla Carlos Dias Pedro/Ricardo Pereira, seguida por Nuno Breda, com 96 pontos o que possibilita matematicamente Breda de vencer a categoria. No quarto lugar da classificação está a dupla Luis Pedro Liberal/ Francisco Freitas, com 69 pontos seguidos de muito perto da dupla Filipe Martins/ João D. Lopes que vêm de uma vitória do circuito de Jerez e que para esta prova de resistência convidaram Fernando M. Gaspar para se juntar à equipa. Presentes para esta prova de duas horas, Jorge Cruz irá partilhar o Ford Escort RS2000 do líder Paulo Vieira. António Maia, companheiro de equipa de Nuno Breda. João Mira Gomes e Nuno Afoito, depois da estreia em Jerez retornam aos comandos do seu Ford Escort RS2000.


Na categoria H81-1600 temos os sempre competitivos e aguerridos VW Golf GTi a lutar entre si, com Rafael C. Pinto a liderar a classificação com 106 pontos, seguido muito de perto por Madalena Gaspar e Vasco Ferreira, com 92 pontos. António Liberal no terceiro posto, com 82 pontos, volta ao Circuito do Estoril a partilhar o VW Golf GTI MKI com o líder da categoria Rafael C. Pinto.  Ainda na categoria H81-1600, Manuel C. Menezes/Manuel M. Breyner e a dupla de irmãos de Nuno e Carlos Matos estarão certamente prontos para disputar os lugares cimeiros da classificação.

Na categoria H81-1300, com dois inscritos, antevê-se uma luta muito interessante. Com Rui Moura e Carlos Aniceto a estrearem um novo carro, trata-se de um Toyota Starlet 1300. Já José Familiar, que terá como companheiro de equipa o seu amigo António Magalhães estará ao volante do caricato Renault 5TS. António Veiga Lopes no seu já tradicional Ford Escort RS200 marca presença no Estoril depois de longos meses de pausa, o piloto português da H75-2000 antevê lutas engraçadas com a dupla familiar João M.Ribeiro e Miguel Ribeiro no seu Alfa Romeo Giulia Super, pertencente à categoria H71-1600.

Na categoria H81-MAX, André C.Pinheiro e Ernesto S. Vieira chegam à derradeira prova de 2021 com o intuito de selar o título de vencedores da categoria. No seu sonoro Jaguar XJS V12, a dupla apenas terá que partir para poder festejar o título. Regressados depois de uma longa pausa de verão, os irmãos José Fresco e António Fresco no seu Ford Capri MKIII terão como adversários os estreantes na categoria Miguel Sardo/Paulo Frazão num Porsche 924 Turbo e a tripla de Tiago Silva/Ricardo Ferrão/Fernando Xavier num BMW 323i.


Nos famosos e divertidos Datsun 1200, é criado um novo record de inscritos, com uma dezena de Production Cup para os 250 km do Estoril. O facto de apresentarem tempos por volta muito próximos, criam sempre bonitas discussões em pista, levando ao rubro o final de temporada da Production Cup que ainda tem as posições finais na classificação por definir. Tomás Pinto Abreu é o líder com 129 pontos, mas tem Paulo Costa em segundo lugar em posição de lhe roubar o título com a combinação caso de alguns fatores, o piloto partilhará o veículo com Pedro Reis. Rui Castro segue em terceiro com 98 pontos e João Rebelo Martins, companheiro de equipa de Pinto Abreu, no quarto posto com 95 pontos. Luís Santa-Bárbara e Manuel Matos encerram o TOP 5 da classificação, com 87 pontos. A luta da Production Cup tem de ter em conta o regressado João Posser e Miguel Caetano, Pedro Mourato Gordo, Vitor e Vasco Sampaio ou Alberto Xavier a poderem intrometer-se na luta pela vitória. Matilde Lopes regressa depois de ter faltado à jornada de Jerez, a jovem piloto partilhará o seu Datsun 1200 com Paulo D. Faria devido à indisponibilidade do seu pai que habitualmente é o seu companheiro de equipa.

Nos 250Km do Estoril assistiremos a um regresso do Datsun 1200 “Vaca Louca”, com Manuel Moura Teixeira após quase uma década com o automóvel guardado resolveu restaurar o veículo nipónico e, juntamente, com o seu filho Samuel Teixeira e afilhado Francisco Marrão fará a prova de resistência de duas horas.


TAGS: 250 Km do Estoril Circuito do Estoril Estoril Group 1 Portugal Troféu Mini


PARTILHAR:

Deixe um comentário

Please Login to comment