As dez motos japonesas mais caras vendidas em leilão

Mercado 09 Nov 2021

As dez motos japonesas mais caras vendidas em leilão

O Japão é o maior produtor de motociclos do mundo e mudou por completo a história das motos, nos anos 60, quando começou a exportar modelos desportivos. Superiores em tudo aos seus rivais, deitou por terra o domínio das motos britânicas, muito devido à sua fiabilidade e comportamento.

Ao longo dos anos, as motos nipónicas têm recebido maior interesse por parte dos coleccionadores, principalmente, nas motos com grande história, de baixos números de produção ou com pouca quilometragem. Seguem-se as dez motos japonesas mais caras vendidas em leilão, com o novo recorde batido no passado dia 31 de Outubro, com uma particularidade, são todas da marca Honda.


1) Honda RC213V-S de 2016 (205.249€)



No passado dia 31 de Outubro, a plataforma de leilões japonesas Bingo em conjunto com a Yahoo venderam aquela que é a moto mais cara vendida em leilão, uma Honda RC213V-S de 2016. Este exemplar é a número 56 de 213 produzidas pela HRC (Honda Racing Corporation). A venda incluiu o kit de competição, avaliado em mais de 10 mil euros. O kit nunca foi montado e a mota conta com apenas 161 quilómetros no odómetro.


2) Honda CB750 Prototype de 1968 (191.340€)



Esta era a anterior detentora do título da mota nipónica mais cara vendida em leilão. Esta CB750, pertence ao pequeno grupo de quatro motas de pré-produção construídas pela Honda no final de 1968. Este exemplar pertenceu durante anos à Honda UK e serviu de veículo de demonstração. Até este leilão, ocorrido em Abril de 2018 pela H&H Auctions, apenas se sabia da existência de uma sobrevivente, que está um pouco abaixo na lista.


3) Honda CR72 250cc Racing de 1962 (164.774€)



A nomenclatura CR na Honda, significa “Customer Racer” para dar aos pilotos amadores a possibilidade de competir com motos quase de fábrica. Existem vários modelos dos anos 60, como a CR110 de 50cc, CR93 de 125cc, a CR72 de 250cc e a CR77 de 305cc. No entanto, a mais rara e a mais procurada é a CR72 que dominou os circuitos da Europa e dos EUA no início dos anos 60. Acredita-se que terão sido produzidas menos de 50 exemplares e esta é a mais cara vendida até hoje, levada a leilão em Janeiro de 2009 pela Mid-America, agora conhecida por Mecum.


4) Honda NR750 Type RC40 de 1992 (156.743€)



A Honda NR750 foi, desde sempre, um objecto de colecção, muito devido a terem sido produzidas apenas 322 exemplares. Foi, também, a mota mais cara do mundo quando foi lançada em 1992, muito devido à carenagem produzida em fibra de carbono e ao seu motor. Este modelo tem a particularidade de utilizar um motor de oito válvulas e pistões elípticos. Este exemplar, que pertencia à MC Collection, de Estocolmo, foi vendido pela Mecum em Janeiro de 2019 e mantém-se até hoje como a NR750 Type RC40 mais cara vendida em leilão, mas esta lista ainda tem mais dois exemplares.


5) Honda CB750 Prototype de 1968 (127.902€)



Esta foi a primeira CB750 de pré-produção descoberta e foi vendida em Fevereiro de 2014 no eBay. É ainda a mota japonesa mais cara vendida num leilão online.


6) Honda NR750 Type RC40 de 1992 (109.025€)



Esta é a segunda NR750 mais cara, vendida em Junho de 2020 pela Iconic Motorbike Auctions, com apenas três quilómetros percorridos no odómetro.


7) Honda VFR750R Type RC30 de 1988 (104.503€)



A Honda VFR750R, mais conhecida por RC30, foi criada em 1988 para combater o World Superbike Championship, algo que foi conseguido logo nas primeiras duas temporadas em que competiu, em 1988 e 1989. Quando foi lançada, custava o dobro de qualquer outra mota desportiva. Apenas 3000 mil foram produzidas, tornando-se num objecto de coleccionador. Este exemplar foi a mais cara vendida em leilão, organizado pela Mecum em Janeiro de 2019. Aquando o leilão tinha apenas uma milha no odómetro e nunca tinha sido posta a trabalhar.


8) Honda CR72 250cc Racing de 1963 (101.466€)



Esta é a segunda CR72 que entra nesta lista, vendida no leilão da Bonhams em Agosto de 2020. No seu palmarés tem um terceiro lugar na categoria Lightweight TT, na Isle of Man, em 1963, conseguido pelo piloto Bill Smith. Estava na posse do mesmo proprietário desde 1977.


9) Honda RVF750R RC45 de 1994 (91.674€)



Tal como a RC30, a RVF750R RC45 é um modelo “especial de homologação”, concebida para a World Superbike Championship. Apenas 200 unidades foram produzidas em 1994, sendo hoje, extremamente raras. Esta mota foi vendida em Fevereiro de 2021 pela Iconic Motorbike Auctions, com zero quilómetros percorridos.


10) Honda NR750 Type RC40 de 1992 (87.881€)



Para fechar esta lista, a terceira e última NR750 RC40, vendida em Janeiro de 2020 pela Mecum. Este exemplar percorreu alguns quilómetros, cerca de 2700 mil quilómetros e é a número #43 produzida.


TAGS: Bingo Bonhams Ebay H&H Classic Honda CB750 Honda CR72 Honda NR750 Honda RC213V-S Honda RC30 Honda RC40 Honda RC45 Honda RVF750R Honda VFR750R Iconic Motorbike Auctions Mecum Yahoo


PARTILHAR:

Deixe um comentário

Please Login to comment