O Jaguar E-Type, o único com um toque italiano e suíço

Clássicos 07 Out 2021

O Jaguar E-Type, o único com um toque italiano e suíço

Por Tiago Nova

O Jaguar E-Type foi considerado, por Enzo Ferrari, o automóvel “mais bonito” construído até à data, o que vindo do Il Commendatore foram palavras muito bonitas de se ouvir em Coventry. Foi produzido de 1961 a 1975, com três séries, as primeiras duas estavam equipadas com motores de seis cilindros em linha e a última com um motor V12.

No entanto, o Jaguar E-Type, presente neste artigo, sofreu diversas alterações ao seu design original, o que pode não ser ao gosto de todos, mas foi na época ao gosto do seu proprietário, sendo o único que recebeu tratamento especial por uma carrozzeria italiana e, posteriormente, suíça.

Este E-Type de 1965, conhecido como The Coombs Special, derivado do nome do seu proprietário, John Coombs, que era piloto e concessionário da marca britânica, foi apresentado no Salão de Genebra de 1966, tendo como base um exemplar da primeira série, equipado com o motor de seis cilindros em linha e 4,2L de cilindrada.


As primeiras alterações foram encomendadas à carrozzeria de Pietro Frua, com o objectivo de criar um E-Type italiano e coloca-lo em exposição no seu concessionário para estudar o interesse do público e, se houvesse interesse por parte destes, avançar com a construção de kits para serem montados na oficina de Coombs. A Frua procedeu a diversas alterações na carroçaria, como o corte de 20cm na frente e 10cm na traseira, assim como a alteração do design nas cavas das rodas da frente e capot, onde a boça foi alterada para entrada de ar, acompanhada por saídas de ar, uma em cada lado.

No entanto, o resultado final não ficou como esperado pela Coombs, pois era bastante subtil e de difícil alteração nos automóveis dos clientes, sendo por isso enviado para a Italsuisse, para proceder a algumas alterações, nomeadamente, os para-choques da frente e traseiros, assim como a alteração da cor de vermelho para cinza.

No final, apenas um exemplar foi produzido, apesar de a Frua ter feito outro idêntico na carroçaria Roadster. Em 2008, este E-Type único sofreu um restauro completo e, no passado dia 21 de Setembro, foi levado a leilão, pela Collecting Cars, no entanto, acabou por não ser vendido.

previous arrow
next arrow
previous arrownext arrow
Slider

TAGS: Collecting Cars Frua Italsuisse Jaguar E-Type John Coombs


PARTILHAR:

Deixe um comentário

Please Login to comment