A história da busca pelo “Little Bastard” de James Dean

Clássicos 03 Out 2021

A história da busca pelo “Little Bastard” de James Dean

James Dean foi um grande actor e piloto de automóveis que, tragicamente perdeu a vida a 30 de Setembro de 1955, quando o seu “Little Bastard”, nome dado ao Porsche 550 Spyder, esteve envolvido num violento acidente, quando ia para uma competição. James Dean iria falecer logo no local, mas a história do Little Bastard é muito mais longa.

Deslocava-se para as corridas em Salinas, com o seu mecânico, Rolf Wütherich. Atrás deles ia Bill Hickman, num camião com reboque. A ideia inicial seria transportar o “Little Bastard” de reboque, mas Rolf aconselhou a Dean ir a conduzir o 550 Spyder, para rodar o motor e habituar-se a ele. Antes do acidente, a polícia chegou a mandar parar os dois automóveis, e multou-os por excesso de velocidade, mas isso não impediu Dean de ir depressa.

Acredita-se que iria a cerca de 130km/h na Route 466, quando Donald Turnupseed, no seu Ford Tudor, decide fazer uma mudança de direcção súbita para a Route 41. O impacto fez com que o Ford fosse arrastado cerca de 12 metros para fora de estrada e Rolf foi projectado do Porsche.



Apesar de ter sido declarado como perda total, o Porsche 550 Spyder foi vendido a William Eschrich, que o adquiriu numa sucata, em Burbank, tendo como ideia o seu desmantelamento para peças. O motor foi retirado para ser instalado no seu Lotus Mark IX de competição. Várias peças da caixa de velocidades e suspensão foram emprestadas a Troy McHenry. William acabaria por ter um acidente no seu Lotus, sobreviveu, mas o seu amigo Troy não teve tanta sorte, quando embateu numa árvore.

George Barris, conhecido preparador da época, comprou o 550 Spyder, com a promessa que o iria reconstruir. No entanto, quando viu o estado do chassis, este estava muito para lá de ser possível de reparar e então emprestou-o ao National Safety Council de Los Angeles, de 1957 a 1959, para exposições, como uma publicidade contra o excesso de velocidade. Em Março de 1959, enquanto o automóvel estava guardado, em Fresno, este pegou fogo, misteriosamente, não tendo danos muito extensos.

Muitas histórias existem e são contadas, sobre o que aconteceu ao “Little Bastard” após o acidente, sabendo-se de antemão que nem todas são verdadeiras. Em 2005, foi oferecido uma recompensa de um milhão de dólares para quem encontrasse o famoso 550 Spyder, no entanto, até hoje nada se sabe sobre o seu paradeiro.

previous arrow
next arrow
previous arrownext arrow
Slider

TAGS: James Dean Porsche 550 Spyder


PARTILHAR:

Deixe um comentário

Please Login to comment