Harroun Model A-1 Touring, o automóvel produzido pelo primeiro vencedor do Indy 500

Clássicos 02 Out 2021

Harroun Model A-1 Touring, o automóvel produzido pelo primeiro vencedor do Indy 500

O Harroun Model A-1 é um automóvel que foi desenhado e desenvolvido por Ray Harroun, o mesmo que venceu o primeiro Indianapolis 500, num automóvel que tinha ajudado a construir e a desenhar, já que Ray foi um dos melhores engenheiros automóvel da época, ficando conhecido por “Little Professor”. Nunca quis que lhe chamassem de piloto, já que ele dizia que só os conduzia para aprender como funcionavam e como conseguiria melhorar os automóveis, no entanto, foi um dos pilotos de maior sucesso na época, vencendo sete corridas em Indianapolis, incluindo a primeira prova lá organizada, em 1911.
 
No início da sua carreira, fez parte de uma equipa de quatro pessoas que bateram o recorde de velocidade entre Chicago e Nova Iorque, em 1903. Esse recorde foi batido pouco depois, mas isso não desmotivou os homens que no ano seguinte voltaram a bater o recorde, em 58 horas e 35 minutos. Foi também Ray Harroun, em conjunto com Howard Marmon, que desenvolveu o primeiro automóvel monolugar da história, o Marmon Wasp. No ano anterior a vencer as Indy 500, Harroun juntou-se a Carl S. Bates, da Bates Engineering Co., para desenvolver um avião e o seu motor.
 
Apesar de não haver campeonatos de pilotos na época em que Harroun competiu, em 1927 ele foi declarado campeão da temporada de 1910, quando a American Automobile Association fez a contagem dos pontos retroativos.
 
Em 1916, Ray Harroun iniciou a sua própria marca de automóveis, em Wayne, no Michigan, designada de Harroun Motor Car Company, com a ajuda de investidores, equipou a fábrica com o que de melhor havia na altura, podendo produzir 200 automóveis por semana, desenvolvendo assim o Model A-1.
 
O Model A-1 estava equipado com um motor de quatro cilindros em linha, desenvolvido por Ray e os seus engenheiros, de válvulas à cabeça, com as molas e os martelos expostos, algo comum na época, desenvolvendo 16 cv. O motor estava acoplado a uma caixa de três velocidades. Poucas pessoas adquiriam automóveis naquela época e ainda menos as que sabiam conduzir, por isso, Harroun rotulou os pedais de travão e de embraiagem, pois assim as pessoas não os confundiam. O Model A-1 vinha também equipado com amortecedores e volante, elementos que hoje são normais, na época não eram comuns. Infelizmente, com o despoletar da Primeira Guerra Mundial, a fábrica foi modificada para construir artilharia militar, no entanto, os pagamentos eram feitos muito tarde e Ray não teve outra hipótese, fechando as portas. Este facto faz com que hoje os automóveis de Harroun sejam extremamente raros.
 
Este exemplar é um Harroun Model A-1 Touring de 1918, que nunca sofreu nenhum restauro, pertencendo aos 326 exemplares produzidos naquele ano e pensa-se que somente dois sobreviveram até aos nossos dias. Está completo, mantendo todos os vidros originais, assim como as jantes de madeira e pneus.
 

previous arrowprevious arrow
next arrownext arrow
previous arrownext arrow
Slider

TAGS: Harroun Model A-1 Touring RM Sotheby's


PARTILHAR:

Deixe um comentário

Please Login to comment