Os dois automóveis de NASCAR desenvolvidos para desafiar a velocidade em Bonneville

Competição 15 Set 2021

Os dois automóveis de NASCAR desenvolvidos para desafiar a velocidade em Bonneville

Nos lagos salgados de Bonneville aparece todo o tipo de automóveis para conseguirem atingir a maior velocidade possível, desde Hot Rod’s até a automóveis equipados com motores a jacto que mais parecem aviões. No entanto, o que não é comum, é ver dois veículos clássicos de NASCAR.

Estes automóveis foram desenvolvidos pela The Garage Shop, na Carolina do Norte, de Aaron Brown, que conta com uma longa experiência em automóveis NASCAR, tendo trabalhado durante anos em duas equipas dessa disciplina. Em 2007, quando Aaron estava na Evernham Motorsports, levaram um automóvel de NASCAR para Bonneville, como homenagem a Bobby Isaac, que em 1971 levou um Dodge Daytona de NASCAR ao deserto do sal de Bonneville, onde conseguiu bater 28 recordes de velocidade.

Aaron abriu a sua empresa com o objectivo primordial de restaurar automóveis clássicos de NASCAR. Com a ajuda de Vance Kershner, um coleccionador e piloto, Aaron construiu uma réplica do Charger de Bobby com a decoração correcta da K&K Insurance, para comemorar os 50 anos desse evento.


Para o fabrico dessa réplica, a equipa da The Garage Shop construiu um chassis tubular, idêntico aos que são utilizados nos modernos NASCAR Cup, mas com uma distância entre eixos maior. Desta maneira os veículos podem ser enquadrados nas medidas originais do Charger. A carroçaria foi construída na própria empresa, enquanto a frente e o spoiler traseiro do Charger Daytona foram construídos com a ajuda do especialista Grant Janak. O motor que utilizaram provém da NASCAR moderna e é um V8 Dodge R6P8.

Como não é normal aparecer automóveis de NASCAR nas Speed Week de Bonneville e, também porque o Charger Daytona foi construído para vencer o Ford Torino Talladega, Aaron decidiu também construir uma réplica de um Torino, aplicando os conhecimentos adquiridos no Charger. Neste foi aplicado o motor V8 moderno Ford Roush-Yates FR9 de NASCAR e uma carroçaria original de um Torino. Ambos utilizam caixas de quatro velocidades manuais CR2C e diferenciais com uma relação de 3,00:1.

Durante a sessão de velocidade, Aaron conseguiu atingir as 217,986 mph, cerca de 350 km/h, batendo assim o recorde de 211,595 mph, atingido por Bobby em 1971. Ambos os automóveis da The Garage Shop deixaram Bonneville sem nenhum recorde, pois não se inseriam em nenhuma classe e assim as velocidades não foram validadas oficialmente.

Aaron tem planos para construir, pelo menos, mais dois automóveis de NASCAR para Bonneville, incluindo um automóvel para superar as 400 mph, cerca de 640 km/h.

previous arrow
next arrow
previous arrownext arrow
Slider


Fotografias: Brandan Gillogly / Hagerty


TAGS: Dodge Charger Ford Torino NASCAR The Garage Shop


PARTILHAR:

Deixe um comentário

Please Login to comment