Os números por detrás da XVI edição do Caramulo Motorfestival

Eventos 11 Set 2021

Os números por detrás da XVI edição do Caramulo Motorfestival

Todos os anos o Caramulo Motorfestival arrasta milhares pessoas, durante três dias, até à Serra do Caramulo, para verem ou participarem naquele que é o maior festival motorizado em Portugal.
 
O evento conta com provas, encontros, passeios e concentrações, mercado e demonstrações. Em baixo, apresentamos os números da edição de 2021, que ilustram bem a dimensão da equipa e logística necessária para levantar cada Caramulo Motorfestival.

1 – A Rampa Histórica Michelin contou com a participação de um automóvel português, o Felcom.



1:27.9 minutos – Tempo da subida mais rápida da Rampa Histórica Michelin, realizada por Joaquim Rino no seu BRC BR49 Evo, sagrando-se vencedor na categoria Speedmasters.

4 – Equipas femininas na Rampa Histórica Michelin.

5 anos – A idade do participante mais novo do Caramulo Motorfestival, ao volante do Bugatti Baby de 1927.

5 – O Prio Air Show contou com  os voos rasantes e as acrobacias de cinco aviões.

6 – Parques de Assistência para as várias equipas que subiram a Rampa Histórica Michelin em competição ou demonstração.

8.6 toneladas – Peso do Autocar M3 Half Track (1943), o veículo blindado da Segunda Guerra Mundial que participou na concentração “Jeep Attack!”.

9 – Pilotos convidados no Caramulo Motorfestival, entre os quais se destacam Fernando Batista e André Villas-Boas.

9 – Automóveis de Fórmula Vee que competiram na Rampa Histórica Michelin.

18 – Passeios e encontro de clubes presentes no Caramulo Motorfestival.

51 – Semanas até à próxima edição do Caramulo Motorfestival (2-4 Set 2022).

68 – Jornalistas nacionais e internacionais credenciados para cobrir o evento.

102 – Equipas inscritas na Rampa Histórica Michelin.

122 anos – Idade do automóvel mais antigo em exposição no Museu do Caramulo, o Peugeot Typ 19 de 1899.

135 anos – O Benz Dreirad assinalou os 135 anos da invenção do automóvel, fabricado em 1886 por Karl Benz, foi o primeiro “automóvel” com motor de explosão interna.

208 km/h – Velocidade máxima do Bugatti Type 35B “Grand Prix” de 1930 que participou na Rampa Histórica Michelin.

1099 – Veículos participantes no Caramulo Motorfestival, entre automóveis, motos, bicicletas e aviões.

1914 – Ano do Abadal, o automóvel mais antigo a subir a Rampa Histórica Michelin.

537 – Pessoas envolvidas na organização do evento, entre membros da organização, voluntários, comissários, observadores, participantes, pilotos, mecânicos, expositores, equipa de filmagens, efectivos da GNR, INEM, Bombeiros, Protecção Civil e Equipa de Testagem à COVID-19.

700 cv – Número de cavalos do Aston Martin V12 Speedster, o supercarro que esteve em exposição no espaço da marca britânica no evento.

€5000 – Valor arrecadado pela Race for Good no Caramulo Motorfestival que será agora canalizado para as três IPSS com quem trabalha

2.850 metros – Extensão do traçado da Rampa Histórica Michelin.

140.000 m2 – Área total do evento, excluindo o traçado da Rampa Histórica Michelin.

O Caramulo Motorfestival é organizado pelo Museu do Caramulo em parceria com o Automóvel Club de Portugal e conta com o apoio da Aston Martin, Maserati, Castrol, Sagres 0.0%, Alfa Romeo, Martin Miller’s, Michelin, Prio, Fidelidade, Ascendum, Cartrack, Grupo 8, Race for Good, REV, Câmara Municipal de Tondela, Turismo do Centro, Antena 1, RTP, Jornal dos Clássicos e Banco BPI.


TAGS: Caramulo Motorfestival


PARTILHAR:

Deixe um comentário

Please Login to comment