Caramulo Motorfestival marca o regresso do público  aos grandes eventos motorizados

Eventos 06 Set 2021

Caramulo Motorfestival marca o regresso do público aos grandes eventos motorizados

Chegou ao fim mais uma edição do maior festival motorizado em Portugal, que atraiu milhares de pessoas à Serra do Caramulo para vibrar com a beleza dos clássicos e a adrenalina do desporto automóvel.

Para garantir a participação de forma segura de todos os visitantes, a organização do Caramulo Motorfestival instalou um forte dispositivo de segurança de acordo com a legislação em vigor, e adaptado à realidade do evento, que contou com a presença da Guarda Nacional Republicana, Bombeiros, INEM, Protecção Civil, assim como uma entidade certificada para a realização de testes laboratoriais à COVID-19.

Rampa Histórica Michelin


Um dos pontos altos do Caramulo Motorfestival foi a Rampa Histórica Michelin, prova direccionada aos automóveis clássicos, históricos e de competição, nas categorias de Speedmasters (Velocidade) e Chronomasters (Regularidade), com a parte desportiva a cargo do Clube Automóvel de Viseu. A Rampa Histórica Michelin regressou em 2021 com duas novas categorias. Francisco Cálão e Bernardo Branco, ao volante de um BMW Série 5 E12 3.0 Schnitzer de 1972, venceram a categoria de Chonomasters, enquanto que na categoria de Speedmasters a vitória sorriu a Joaquim Rino ao volante de um BRC BR49 EVO.

A categoria Pré-guerra destinada a automóveis fabricados até 1939 e surgiu pelo valor histórico e entusiasmo que suscita, tendo ainda como objectivo celebrar a era dourada do automobilismo. Na sua estreia, a categoria Pré-Guerra contou com a participação do clube Pre-War Racers Portugal e de automóveis que já participaram nos mais consagrados circuitos internacionais.

A Rampa Histórica Michelin estreou ainda uma categoria dedicada aos Fórmula Vee, monolugares com base no chassis do popular Volkswagen Carocha. A competir nesta categoria esteve chassis número #11 produzido pelo Team Palma, com José Carvalhosa ao volante, da conhecida garagem João Gomes, que tem promovido a recuperação e restauro de Fórmulas Vee.


Criado em Portugal em 1933, o Felcom foi uma das grandes atracções da Rampa Histórica Michelin. O automóvel português resulta de um cocktail produzido por Eduardo Carvalho com os automóveis adquiridos a Eduardo Ferreirinha e que deu origem a um elegante automóvel de competição.

Prémio João de Lacerda

O Prémio João de Lacerda, um prémio de carreira que distingue anualmente uma figura do automobilismo, foi atribuído a Fernando Batista, antigo piloto e actual Presidente do Targa Clube, a entidade que em 2006 esteve ao lado do Museu do Caramulo no relançamento da Rampa do Caramulo integrada no Caramulo Motorfestival.

Benz Dreirad assinalou 135 anos da invenção do automóvel

Fabricado em 1886 por Karl Benz, o Benz Dreirad foi o primeiro “automóvel” com motor de explosão interna. A primeira viagem de automóvel do mundo foi feita no Benz Dreirad, por Berta Ringer, mulher de Karl Benz, que partiu de Mannheim com os seus dois filhos em direcção a Pforzheim, percorrendo cerca de 100 km. Depois de várias paragens e assistência manual durante as subidas, a aventureira senhora chegava ao seu destino. 135 anos depois, o Benz Dreirad fez várias aparições na Rampa Histórica Michelin, assinalando o início da era automóvel.


Pilotos convidados

Como é hábito, o evento voltou a contar com uma lista de pilotos convidados a participar na Rampa Histórica Michelin e no convívio com o público. Entre estes encontravam-se André Villas-Boas, que é tão conhecido pela sua paixão por automóveis clássicos e desportivos como pela sua carreira como treinador. Além de coleccionador de automóveis antigos, com preferência por modelos italianos, André Villas-Boas é também um veterano de provas de todo-o-terreno, como é o caso do Rali Dakar. A sua participação no Caramulo Motorfestival em família já é uma tradição, fazendo-se acompanhar pelo seu tio Pedro Villas-Boas.

Juntaram-se, ainda, Fernando Batista, antigo piloto e actual presidente do Targa Clube, Adalberto Melim, Alex Laranjeira, Hermano Sobral, Luís Lisboa e Francisco Sande e Castro, piloto de motos desde os 17 anos, venceu dezenas de corridas. Em 1994 sagrou-se Vice-Campeão Europeu do Troféu Citroën e participou ainda por duas vezes no Rally Paris-Dakar ao volante de um UMM.

As nossas causas

A Race for Good, o movimento criado por André Villas-Boas que utiliza o desporto como veículo de divulgação e promoção do apoio a causas de cariz social e humanitário, juntou-se ao Caramulo Motorfestival. Os visitantes do evento tiveram a possibilidade de subir a Rampa Histórica Michelin ao lado de André Villas-Boas por um valor simbólico, que reverteu a favor da Race for Good.

O projecto The Good Drive propõe ligar os proprietários de automóveis clássicos com organizações de carácter social, e assim possibilitar uma experiência única de passear numa cápsula do tempo, criando um momento histórico e de sociabilização com quem mais precisa.

Para tal organizam passeios com visitas aos melhores eventos de automóveis clássicos de Portugal. Na edição de 2021 do Caramulo Motorfestival 30 crianças tiveram a oportunidade única de subir a Rampa do Caramulo em desfile, num automóvel clássico.

Novidades de 2021

Uma das novidades de 2021 foi a criação da Biker’s Village, um espaço dedicado exclusivamente ao universo das duas rodas. A Biker’s Village surgiu numa área exterior do evento, privilegiada pela localização e vista, e contou com a presença de marcas e clubes de motos, concentrações de motos de competição, antigas, cinquentas, Vespas e Café Racers, entre outras.


O espaço reuniu ainda empresas de customização e comercialização de acessórios e artigos alusivos aos veículos de duas rodas e um bar ligado à Martin Miller’s.

A organização decidiu criar um parque exclusivo para supercarros. O crescimento da área global do evento e o crescente interesse por parte dos proprietários em rumar ao Caramulo no seu supercarro levaram a organização a criar um parque específico para estes veículos, alargando assim o leque de participantes.

Programa para toda a família

O evento é gratuito e a organização mantém a aposta numa programação abrangente edirigida ao público em geral e às famílias em particular, que inclui actividades lúdicas, parques infantis insufláveis, gastronomia, bares e zonas chill out com música durante todo o evento.

A Motorlândia Fun Park, um autêntico parque de diversões que, dentro do pavilhão desportivo, contará com a Pista Júnior Prio, uma pista de karts eléctricos, um comboio para crianças, um Gaming Center repleto de jogos e simuladores e de outras atracções, como por exemplo experiências de Realidade Virtual ou a presença da Xbox com vários jogos.

Ao longo de todo o fim-de-semana, o público pôde ainda deliciar-se com mais um clássico do Motorfestival que atrai todos os olhares: o espectáculo aéreo de aviões clássicos, que contou com modelos históricos pilotados por experientes aviadores, seja em voo de desmonstração ou acrobático.


O Caramulo Motorfestival contou com o clássico Drift Show by Hot Wheels na Rampa Histórica Michelin, com muita borracha queimada. Mas houve mais. Este ano, estreou-se o show de Powerslide, prometendo muita adrenalina e rodas no ar.

O Museu do Caramulo é também uma das atracções do Caramulo Motorfestival, com as suas colecções permanentes de arte, automóveis, motos, bicicletas e brinquedos.

Encontros, passeios e concentrações

Característicos do Caramulo Motorfestival, regressaram ainda os passeios e ralis de automóveis como o Encontro Porsche, o Passeio Alfa Romeo, o Passeio Maranello Legacy, o Passeio Abarth, o Passeio  Driver’s Cult, o 6º Encontro Internacional Renault 4L, o Encontro de Microcarros, o Passeio Grupo MX-5 de Cabelos ao Vento, o Passeio TT para veículos todo-o-terreno, o Passeio do CAAA para celebrar o 30º aniversário do clube e ainda o Encontro NthusiastsPT.

Para celebrar os 50 anos sobre a sua apresentação, o Caramulo Motorfestival recebeu pela primeira vez um passeio dedicado ao icónico Fiat 127, com 50 exemplares do modelo a desfilarem pela Rampa Histórica Michelin acima.

O Caramulo Motorfestival recebeu o Passeio Jaguar no Domingo, assinalando o 60º Aniversário do icónico E-Type, considerado por muitos um dos mais bonitos automóveis de sempre.

Como já é tradição, o Caramulo Motorfestival recebeu uma concentração de veículos militares alemães, ingleses e norte-americanos da Segunda Guerra Mundial, que subiram a Rampa Histórica Michelin em desfile.

As duas rodas também estiveram representadas em peso no Encontro Indian, Encontro das Cinquenta e ainda na concentração Vespa Caramulo.

Marcas juntaram-se à festa

O Caramulo Motorfestival tem-se assumido, cada vez mais, como um festival de marcas, onde estas participam de forma activa e se relacionam directamente com o público, ocupando um papel essencial na construção do próprio evento.

Em 2021, o Caramulo Motorfestival contou com novas marcas presentes como a Aston Martin, que se estreou no Caramulo Motorfestival. O alinhamento da marca britânica incluía ainda os modelos Vantage, DB11, DBS e DBX, o recentemente lançado Aston Martin V12 Speedster, um verdeiro Supercarro. A marca esteve ainda presente na Rampa Histórica Michelin com um raro Aston Martin V8 Vantage N24 GT4, que pertenceu à equipa oficial da marca, a realizar co-drives com o piloto Fernando Soares.

Juntaram-se ainda a Maserati, a Prio, que apadrinhou um Air Show e uma pista para crianças, a Fidelidade, a Michelin, que rebaptizou a Rampa Histórica nos seus 40 anos, a Cartrack, a Labrador, a marca portuguesa de roupa premiou os vencedores da Rampa Histórica Michelin, assim como os vencedores do Prémio João de Lacerda e do Prémio Jacques Touzet, a Murganheira e ainda a Mariano Shoes, conceituada marca portuguesa de calçado que se associou ao Caramulo Motorfestival na vertente de lifestyle, cada vez mais presente no evento.

A estas marcas juntam-se as já residentes Alfa Romeo, Castrol, Sagres 0.0%, Martin Miller’s, Michelin, Prio, Fidelidade, Ascendum Câmara Municipal de Tondela, Turismo do Centro, Antena 1, RTP, Jornal dos Clássicos e Banco BPI.

Fotografias: Pedro Ramos Santos


TAGS: Caramulo Motorfestival


PARTILHAR:

Deixe um comentário

Please Login to comment