Volvo 850 Kombi, a improvável carrinha de competição

Competição 27 Ago 2021

Volvo 850 Kombi, a improvável carrinha de competição

Por Tiago Nova

Em Junho de 1991 a Volvo lançou o substituto do icónico Volvo 240, o 850, desenhado por Jan Wilsgaard. Este modelo marcou a introdução de inúmeras novidades para a marca sueca, como o motor de cinco cilindros transversal a enviar a potência para as rodas da frente.

Em 1993 seria lançada a versão Kombi, seria nesta carroçaria que a primeira versão de competição do 850 iria nascer. Inicialmente, a parceria para a preparação do 850 para competição recaiu nos suecos da Steffansson Automotive. Segundo consta, quando foram à Volvo procurar uma carroçaria para iniciar o projecto, descobriram que só existiam carrinhas e, de modo a não atrasar o processo, iniciaram o desenvolvimento do automóvel de competição neste tipo de carroçaria, algo que agradou bastante os dirigentes da marca sueca, que viram uma grande oportunidade de marketing.

Durante o desenvolvimento em túnel de vento, descobriram que a carroçaria da carrinha era mais aerodinâmica que a da Berlina. A Steffansson Automotive desenvolveu o primeiro protótipo da 850 Kombi para competição, pintada de vermelho, mas a Volvo procurava uma equipa com mais experiência na área.



Então, em conjunto com a Tom Walkinshaw Racing, também conhecida por TWR, seria desenvolvida a 850 Kombi segundo as regras Super Touring Car, para competir no campeonato britânico BTCC. A equipa conseguiu retirar praticamente 500kg do automóvel, conseguindo um peso total de 975kg. O motor utilizado foi o de cinco cilindros em linha, de 20 válvulas e 2,0L de cilindrada, desenvolvendo 290cv e atingindo as 8.500rpm. Acoplado ao motor estava uma caixa sequencial de seis velocidades da X-Trac, que era mais compacta e permitia ao motor estar um mais recuado e mais baixo.

Com os pilotos Rickard Rydell e Jan Lammers, as performances seriam boas, mas não as melhores, tudo devido ao peso excessivo colocado nas rodas da frente, fazendo com que fosse muito lento nas curvas mais apertadas.

Devido a alterações regulamentares a nível da aerodinâmica, a 850 Kombi só competiria no BTCC em 1994, sendo substituída pela Berlina no ano seguinte. No entanto, não seria aqui o fim das 850 Kombi de competição, já que a Volvo Dealer Racing da Austrália competiu na ASTC em 1995, com o piloto Tony Scott. No total, apenas três chassis foram construídos pela TWR, sobrevivendo hoje dois deles.

previous arrow
next arrow
previous arrownext arrow
Slider

TAGS: BTCC Steffansson Automotive Tom Walkinshaw Racing Volvo 850


PARTILHAR:

Deixe um comentário

Please Login to comment