Sbarro Eight, o Hot Rod do século XXI

Modernos 30 Jul 2021

Sbarro Eight, o Hot Rod do século XXI

Por Tiago Nova

Fundada em 1971 por Franco Sbarro, a empresa suíça Sbarro iniciou o seu negócio na produção de réplicas, inicialmente do Lola T70 e, posteriormente, do BMW 328, Ford GT40, entre outros. O seu negócio expandiu, até que iniciou a produção de automóveis próprios, em pequenos números, sempre com grandes inovações.

Franco fundou ainda a Espera Sbarro, uma escola para futuros técnicos automóveis. Aqui desenvolvem de raíz vários protótipos, desde o desenho até à construção do automóvel, tal como este Sbarro Eight. Por norma, são construídos dois protótipos, um para ser apresentado no Mondial de l’Automobile e o outro para ser apresentado no Salão de Genebra.

Tal como o Sbarro Grand Prix, o Eight é também uma colaboração entre a escola Espera e a empresa de telecomunicações Orange, com um desenho entre o Hot Rod e um bombardeiro, com os painéis bastante rectos e angulosos. Por incrível que possa parecer, este automóvel foi desenhado e construído em apenas 40 dias, com uma equipa de 24 pessoas, e apresentado no Salão de Paris de 2012.


Tal como os outros protótipos da Sbarro, o chassis é tubular, envolto numa carroçaria de fibra de vidro, tudo produzido no instituto Espera. Para colmatar o design exterior, foram montadas quatro jantes OZ Racing Ultraleggera, envoltas em pneus Michelin Pilot Sport de 245/40 ZR19 na frente e Bridgestone Potenza RE050 de 305/35 ZR20 na traseira.

O Sbarro Eight é completamente funcional e, para fazer locomover esta obra de engenharia, está um motor V8 da Maserati, com 3,2 litros de cilindrada e sistema TwinTurbo, levando os 368cv para as rodas traseiras. Este motor proveio de um Maserati 3200GT que teve um acidente e foi para a sucata, assim foi dada uma nova vida a este fantástico motor.

A suspensão foi desenvolvida em conjunto com a AVO Performance, para tirar o máximo partido do chassis. Para a travagem foi aplicado o sistema do Peugeot 307.

O interior é também ele uma mistura do passado com o presente, com bastante madeira verdadeira. Os bancos são produzidos em fibra de vidro, com pequenas “almofadas” assimétricas em pele. As janelas laterais são fixas e tal como o para-brisas, são produzidas em acrílico de alta resistência.

previous arrow
next arrow
previous arrownext arrow
Slider


Fotografias: Alok Paleri


TAGS: Espera Sbarro Sbarro Eight


PARTILHAR:

Deixe um comentário

Please Login to comment