Simca 936, o protótipo que falhou em rivalizar com  o Mini

Clássicos 22 Jul 2021

Simca 936, o protótipo que falhou em rivalizar com o Mini

O Mini surpreendeu e revolucionou por completo a indústria automóvel quando foi lançado, em Agosto de 1959. Como foi um produto de sucesso, não é de admirar que as marcas iniciassem o desenvolvimento de um automóvel idêntico para combater o sucesso do Mini.

A Simca não foi excepção e no início dos anos 60 desenvolveu o Projecto 936, também conhecido por Isabelle. O protótipo foi construído todo à mão e sob a supervisão de Roger Dumas, responsável pelo departamento de design da marca francesa.

O Simca 936 tinha uma grande vantagem em relação ao Mini, pois tinha quatro portas. Além disso, partilhava o conceito de motor transversal e tracção frontal, para este ser mais compacto. O motor esse, era o mesmo do Simca 1000, de 944cc e com cabeça em alumínio. A caixa de velocidades era montada no final do motor, tal como na maior parte dos automóveis de hoje. A caixa era uma semiautomática de três velocidades desenvolvida pela Ferodo.



A suspensão era encarregue por barra de torção transversal na frente, com triângulo inferior. Na traseira, era comporto por um trailing arm, barras de torção e amortecedores montados em ângulo, no sistema semelhante ao utilizado posteriormente no Peugeot 205.

Com mais de três metros de cumprimento, era pouco maior que o Mini, mas com a vantagem de ter uma distância entre eixos de pouco mais de dois metros. Além disso, era um pouco mais largo e alto, o que fazia com que fosse mais confortável e tivesse maior espaço interior, o objectivo primordial da Simca.

Continuando no interior, o Simca 936 tinha vidros que desciam por completo, ao contrário dos primeiros Mini, e o travão de estacionamento era accionado pelo pé, pois devido ao banco corrido da frente, não era possível operar um travão de mão convencional. A caixa de velocidades era operada através de uma alavanca na coluna de direcção, pela mesma razão.

Infelizmente, este projecto não chegaria a ser levado para produção e há várias explicações para tal ter acontecido. Primeiro, a Chrysler, que era a proprietária da Simca, não tinha interesse em produzir automóveis pequenos. Outro, foi o facto de a marca francesa ter recursos limitados no que à engenharia de desenvolvimento do produto diz respeito, pois a empresa não seria capaz de desenvolver dois automóveis ao mesmo tempo, visto já estar em execução o Sima 1100. Além disso, tinha um custo de produção algo elevado, para o preço que a marca poderia oferecer.

Assim sendo, o projecto acabaria por nunca ser finalizado e o único protótipo construído ficou a ganhar pó nas instalações de testes da marca, em Mortefontaine. Felizmente, não foi destruído e está hoje na posse do Museu da Simca.

previous arrow
next arrow
previous arrownext arrow
Slider


Fotografias: Tony Baker


TAGS: Simca 936 Simca Isabelle


PARTILHAR:

Deixe um comentário

Please Login to comment