O único Glöckler-Porsche 356 Carrera 1500 Coupe produzido vai a leilão

Mercado 22 Jul 2021

O único Glöckler-Porsche 356 Carrera 1500 Coupe produzido vai a leilão

Walter Glöckler foi um piloto germânico que iniciou a sua carreira no motociclismo, provando ter bastante talento, passando, posteriormente, para os automóveis. Mas não foi só aos comandos dos automóvel e motos que Walter demonstrou o seu talento, já que também o tinha no ramo da engenharia, pois foi dos poucos pilotos que competia com os automóveis desenvolvidos por ele próprio, vencendo várias provas.

Logo após a Segunda Guerra Mundial, começou a desenvolver o seu automóvel para voltar às pistas o mais depressa possível. Iniciou o desenvolvimento de um automóvel com base num Hanomag, vencendo diversas competições em 1949.

Durante o período de 1948 a 1956, Walter juntou-se a Hermann Ramelow, para desenvolver uma série de automóveis de competição. O primeiro não utilizava componentes Porsche, no entanto, isso iria mudar, visto que Glöckler geria também um concessionário Volkswagen e Porsche, em Frankfurt, o que fazia com que tivesse acesso aos componentes mais facilmente, ajudando assim a Porsche no desenvolvimento de automóveis de competição. O sexto automóvel produzido por Walter e Hermann foi o Glöckler-Porsche 1500 Super, sendo este o automóvel que fez com que os engenheiros da Porsche construíssem o 550 Spyder.


O sétimo e último automóvel construído pela dupla foi este Glöckler-Porsche 356 Carrera 1500 Coupe, conhecido apenas por Glöckler Coupe, que utiliza como base o Porsche 356 Pré-A, ao invés de um chassis tubular. Foi desenvolvido para as Mille Miglia de 1954 e, ao contrário dos anteriores automóveis, tem uma carroçaria fechada.

A carroçaria do 356 foi substituída por uma mais leve, construída em alumínio, e aerodinâmica com um vidro traseiro grande, que dá uma vista de quase 180 graus. Além disso, as portas vão um pouco para a zona do tejadilho para ser mais fácil a entrada e saída, quando se utiliza capacete. Na frente foram montados cinco faróis, para aumentar a visibilidade durante a noite. E na traseira os farolins estão montados nas barbatanas laterais.

O Glöckler Coupe utiliza um dos motores mais famosos da época, o quatro cilindros boxer de 1,5 litros de cilindrada, com quatro árvores de cames, desenvolvido por Ernst Fuhrmann. O motor está acoplado a uma caixa manual de quatro velocidades.

Infelizmente, o automóvel não ficou pronto a tempo das Mille Miglia e competiu no Rally Liège-Roma-Liège, com Helm Glöckler, primo de Walter, aos comandos e acompanhado por Max Nathan. No entanto, devido a problemas com consumo de óleo, as chances de vencer caíram por terra, mas conseguiram chegar ao fim.

Posteriormente, passou grande parte do seu tempo na fábrica da Porsche, até ser vendido para os EUA. Pouco se sabe da sua história aí, até ser descoberto na sucata de automóveis de luxo e desportivos de Rudi Klein, em Los Angeles, nos anos 70. Em 1993 foi adquirido pelo alemão Hans Heffels, que o trouxe de volta para a Alemanha. Em 2005 foi adquirido pelo coleccionador Hans Georg Frers, sendo submetido a um grande restauro.

Agora será oferecido em leilão pela RM Sotheby’s, durante a sua venda anual em Monterey, que decorre nos dias 13 a 14 de Agosto, não havendo um valor estimado para o preço de venda deste raro automóvel.

previous arrow
next arrow
previous arrownext arrow
Slider

TAGS: Glöckler Coupe Porsche 356 RM Sotheby's Walter Glöckler


PARTILHAR:

Deixe um comentário

Please Login to comment