Snapshot: A presença portuguesa nos 1000 km de Nürburgring de 1959

Clássicos 25 Jun 2021

Snapshot: A presença portuguesa nos 1000 km de Nürburgring de 1959

Por Ricardo Grilo

Nos anos 50 o mítico e selectivo traçado do Nordschleife funcionava como um íman para os pilotos portugueses desejosos de enfrentar o “Ultimate Challenge”, aquele que seria possivelmente o maior desafio existente no que respeita a coragem, destreza e capacidade de pilotagem em circuito.
 
Na foto, vemos o Maserati 300 S da Scuderia Centro Sud com que Nicha Cabral e Mané Nogueira Pinto participaram na edição de 1959 dos 1000 km de Nürburgring.
 
Depois de uma primeira participação no ano anterior, para a edição de 1959 Nicha Cabral tinha treinado afincadamente o difícil traçado de 22 quilómetros e era muito mais rápido que o seu companheiro de equipa. Por isso iria estar ao volante em 700 dos 1000 km da prova alemã a contar para o Campeonato Internacional de Marcas. No final a dupla portuguesa iria classificar-se num excelente 8º posto absoluto, um lugar francamente bom para um modelo relativamente ultrapassado como o 300S.
 
Nesta foto colorida, atrás do Maserati de Cabral vinha o Lotus Eleven dos franceses Walter Monaco e Jacques Lefebvre, um pequeno Sport que corria para a classe até 1100 cc e que iria cortar a meta no 37º posto da classificação geral.
 
Imagem colorida por Ricardo Grilo


TAGS: 1000 km de Nürburgring Mané Nogueira Pinto Nicha Cabral


PARTILHAR:

Deixe um comentário

Please Login to comment