Nissan Skyline GT-R Clubman Race Spec, a obra prima da Nismo

Modernos 18 Jun 2021

Nissan Skyline GT-R Clubman Race Spec, a obra prima da Nismo

Por Tiago Nova

O Nissan Skyline GT-R dispensa qualquer introdução. Foi um coupé produzido com a melhor tecnologia que a Nissan tinha na época, sendo constantemente melhorado, com versões mais apimentadas. Quando a isso, se junta o departamento de competição da marca, conhecido por Nismo, aí o automóvel sobe mais um patamar.

No ano de 2014, a Nismo, mais concretamente a Nismo Omori Factory, reuniu as melhores peças que desenvolveu para o Skyline GT-R R34, incluindo as aplicadas nos Z-Tune, e aplicou-as num único automóvel, designando-o de Skyline GT-R Clubman Race Spec, um automóvel destinado aos Track Days, mas homologado para circular nas estradas, para assim comemorar os seus 30 anos. Este automóvel nasceu como um Skyline GT-R V-Spec pintado na característica cor Midnight Purple II, com a Nismo a desmontá-lo por completo até ao último parafuso, colocando o chassis numa mestra para ter a certeza que todo o alinhamento estava correcto.

Exteriormente, este Skyline GT-R utiliza peças destinadas aos kits Z-Tune, mas agora produzidas em fibra de carbono, como os pára-choques e os guarda-lamas frontais, com um desenho inspirado nos Skyline utilizados nas provas do Super GT, com canais de ar completamente funcionais. Já o capot foi retirado do kit R-Tune, produzido também em fibra de carbono, assim como o lip ajustável do spoiler traseiro. As jantes utilizadas são as Nismo LM GT4 de 18”, produzidas pela RAYS, envoltas em pneus Advan Neova AD08. Para terminar, foi pintado na cor Gun Metallic Grey.


No motor, a Nismo não levou a preparação muito longe, para o automóvel ser fiável e, ao mesmo tempo, ser melhor de conduzir. Assim o motor RB26DETT R2 com bloco N1, produz cerca de 450cv, graças aos turbos Nismo R1 a 1,2 bares de pressão e sistema de injecção de 570cc do GT-R R35 afinado pela Omori Factory. O sistema de escape utilizado é um Weldina NE-1. A caixa Getrag de seis velocidades manteve-se inalterada, apenas foram reforçados os apoios e recebeu uma embraiagem de duplo disco Nismo Super Coppermix. Na frente utiliza um autoblocante Nismo de 1,5 vias e na traseira utiliza um autoblocante feito especificamente para este automóvel, com uma relação final de 3,9:1. O sistema de tracção integral também foi alterado, sendo aplicado o sistema Nismo Z-Tune ATTESA ET-S.

A Nismo também aplicou algumas peças destinadas ao Nissan GT-R R35, como é o caso da travagem Brembo, com discos de 380 mm com pinças de seis pistões na frente e de quatro na traseira. Já no caso da suspensão, foi adicionada uma barra AA em titânio produzida pela Nismo e suspensão ajustável Öhlins DFV, com braços da Nismo.

No interior, o conforto e a atenção ao detalhe não foram descurados, com a adicção de uma rollcage HPI na traseira, volante em alcântara Nardi, banco Recaro SR-6 para o passageiro e um Recaro RS-G SK com cintos de quatro pontos da Willans para o condutor. O painel de instrumentos também foi alterado para o icónico da Nismo com um limite de 320 km/h e 11.000 rpm.

previous arrow
next arrow
previous arrownext arrow
Slider


Fotografias: Dino Dalle Carbonare


TAGS: Nismo Nissan Skyline GT-R Omori Factory


PARTILHAR:

Deixe um comentário

Please Login to comment