Maserati Tipo 61, 60º aniversário do triunfo em Nürburgring

Clássicos 01 Jun 2021

Maserati Tipo 61, 60º aniversário do triunfo em Nürburgring

A 28 de maio, a Maserati comemora um importante aniversário: há exactamente 60 anos, o Tipo 61 alcançava uma espantosa vitória na sétima edição dos 1000 quilómetros de Nürburgring, a grande clássica da resistência realizada no Nordschleife, na Alemanha, a qual alcançou o auge do seu esplendor e da sua popularidade nesses anos.

Com este sucesso, o Maserati Tipo 61, pilotado por Masten Gregory e Lloyd Casner, registava uma dobradinha memorável, voltando a vencer apenas um ano volvido sobre o primeiro lugar alcançado em 1960, com Stirling Moss ao volante juntamente com Dan Gurney.

Os automóveis foram personalizados com uma pintura branca e azul, as cores que inspiraram, como tributo a esse sucesso, também o Maserati MC12 Stradale. Este superdesportivo, que dominou no início da década de 2000, entregou recentemente o testemunho ao novo MC20, renovando o espírito competitivo que foi sempre parte integrante do ADN da Maserati, e com base no qual está a ser preparado o caminho para o regresso da marca do Tridente aos desportos motorizados.


O Tipo 61 foi o mais bem conhecido da série de cinco modelos concebidos por Giulio Alfieri, recebendo a alcunha de “Birdcage” devido ao seu invulgar chassi, uma intricada estrutura que continha cerca de 200 tubos, unidos através de uma complexa de montagem reticular que o fazia assemelhar-se a um ninho. Este método de construção proporcionava um chassis mais rígido, que era, também, mais leve do que o dos outros automóveis de competição da época, tornando esta barchetta de dois lugares na derradeira e melhor solução para carros de corrida com motor dianteiro e tração traseira.

A Maserati começou a construir o Tipo 60 em Março de 1959, mas em Novembro desse mesmo ano este já estava a ser transformado no Tipo 61, para cumprir com a estrita regulamentação técnica requerida para competir nas 24 Horas de Le Mans. A cilindrada do motor de quatro cilindros foi modificada para 2900 cc, ao passo que a potência debitada passou a ser de 250cv às 7000 rotações por minuto. De resto, o veículo manteve a disposição e as soluções já adoptadas para o Tipo 60. Por outro lado, o seu peso aumentou de 570 kg para 600 kg, e a velocidade máxima evolui de 270 km/h para 285 km/h.

Apesar do seu massivo débito de potência, o consumo de combustível era, ainda, apreciavelmente baixo, característica determinante nas corridas de resistência, em que o Tipo 61 conseguia reduzir o número de paragens para reabastecimento.

Em apenas três anos de produção, de 1959 a 1961, o Tipo 60 e o Tipo 61 foram os reis supremos da competição automóvel a nível internacional, com uma potência e uma velocidade que levaram a uma série de vitórias extraordinárias, dando continuidade à tradição vitoriosa da Maserati, que, agora, no início da sua nova Era, está, novamente, a planear um futuro nos desportos motorizados, sob a égide do MC20.


Principais caraterísticas técnicas do Tipo 60 – Tipo 61

Este automóvel é movido por uma unidade motriz de quatro cilindros verticais em linha com uma cilindrada de 1990cc ou 2890cc, com uma potência máxima respectiva de 200cv e 250cv. A caixa de velocidades é mecânica de cinco relações com marcha atrás, em bloco com o diferencial. O chassis é reticular e tem um peso respectivo de 570kg e 600kg, com ambos modelos capazes de atingir velocidades máximas de 270 km/h e 285 km/h.

1961-maserati-tipo-51-nurburgring-2
1961-maserati-tipo-51-nurburgring-5
1961-maserati-tipo-51-nurburgring-4-1456x1080
1961-maserati-tipo-51-nurburgring-3
1961-maserati-tipo-51-nurburgring-1
previous arrow
next arrow
1961-maserati-tipo-51-nurburgring-2
1961-maserati-tipo-51-nurburgring-5
1961-maserati-tipo-51-nurburgring-4-1456x1080
1961-maserati-tipo-51-nurburgring-3
1961-maserati-tipo-51-nurburgring-1
previous arrow
next arrow

TAGS: Le Mans Maserati Maserati Tipo 60 Maserati Tipo 61


PARTILHAR:

Deixe um comentário

Please Login to comment