Arnaldo Marques vence primeira prova do Campeonato de Velocidade 1300

Competição 27 Abr 2021

Arnaldo Marques vence primeira prova do Campeonato de Velocidade 1300

Numa sessão de qualificação muito bem disputada a deixar prever emoção e competitividade no passado domingo, dia 25 de Abril, no Circuito Vasco Sameiro em Braga, João Braga e Pedro Barbosa, ambos em Datsun 1200, fizeram os melhores tempos na qualificação com vista ao Campeonato de Velocidade 1300.

Jorge Marques a comandar um Toyota Starlet, Arnaldo Marques no seu Datsun 1200 e João Peixoto no Mini Cooper fecharam o Top-5 de uma qualificação sempre bem disputada.

Disputado no Circuito Vasco Sameiro, em Braga, o Campeonato de Portugal de Velocidade 1300 arrancou a temporada de 2021 com o ANPAC Racing Weekend, iniciada durante os dias de sexta-feira, 23 de Abril, nos treinos livres e sábado, 24 de Abril, nas qualificações em que os diversos pilotos em pista mostraram o querer e a garra para um calendário de cinco jornadas que agora tem início.


Ao longo da qualificação o equilíbrio foi uma constante, com os quatro homens mais rápidos em pista a marcarem tempos separados por menos de dois segundos. João Braga e Pedro Barbosa, ambos em Datsun 1200, Jorge Marques em Toyota Starlet e Arnaldo Marques, também ele em Datsun 1200, assinaram assim os quatro melhores tempos na qualificação para duas corridas que prometem competitividade e emoção, tal o equilíbrio que ficou desde já evidente nesta qualificação.

Sem chuva no traçado bracarense, as qualificações decorreram sem incidentes numa pista em que apenas ficou a faltar o público que certamente daria outro colorido a este segundo dia de competição em Braga.


Para o dia 25 de Abril, domingo, e porque nunca é demais lembrar, a ANPAC apela à responsabilidade de todos para o cumprimento das regras básicas de segurança como o uso de máscara todo o tempo em que estiverem no Circuito Vasco Sameiro, mantendo o distanciamento social de dois metros, sempre que possível, e evitando a circulação pelas instalações do complexo desde que não sejam de absoluta necessidade.

No dia seguinte, seriam realizadas as duas corridas do Campeonato de Portugal de Velocidade 1300, respectivamente às 09h45 e às 14h10, ambas com a duração de 25 minutos.

No dia seguinte, Paulo Mendes com o Toyota Starlet, esteve sempre assertivo em pista, só à entrada da última reta acabou por ser relegado para a segunda posição face ao ataque de Arnaldo Marques

José Fafiães garantiu o terceiro e último lugar do pódio nesta corrida com o seu Datsun 1200 depois de ter largado da cauda do pelotão, isto numa corrida tão difícil pelas condições atmosféricas quanto emocionante pela forma como os pilotos se entregaram à luta em pista

João Braga, ao volante do seu Datsun 1200 e Jorge Marques com o seu Toyota Starlet fecharam o Top-5 da primeira corrida do dia referente ao CPV 1300.


Fazendo justiça ao ditado popular que aponta para o mês de Abril águas mil, foi debaixo de um forte temporal que decorreu a primeira corrida do Campeonato de Portugal Portugal de Velocidade 1300 no Circuito Vasco Sameiro, em Braga, no âmbito do ANPAC Racing Weekend, com o triunfo de Arnaldo Marques ao volante do seu Datsun 1300 da categoria H71.

Com a pista a obrigar atenção constante por parte dos pilotos, evitando aqui e ali alguns lençóis de água que poderiam sempre determinar saídas de pista, o pelotão saiu em partida lançada com as ultrapassagens a exigirem maestria por parte dos mais atrevidos. De mestre, aliás, poderá ser a qualificação para a prestação de Arnaldo Marques que, depois de não conseguir evitar um pião com o seu Datsun 1200 que o levou a passear sobre a relva adjacente à pista, regressou desde o sétimo posto para diversas ultrapassagens, a última das quais na derradeira passagem sobre a reta da meta que lhe permitiu ser o primeiro a receber a bandeirada de xadrez.

Destaques ainda desta corrida para a prestação regular de Paulo Mendes que andou sempre na frente da corrida até à última curva, vendo aí o seu Toyota Starlet, na Ctegoria Legends, ser superado pelo Datsun 1200 de Arnaldo Marques, sendo de destacar ainda a prestação de José Fafiães da ategoria H75, também em Datsun 1200, que, após sair do final da grelha de partida, conseguiu subir até ao terceiro lugar da geral.

Com a chuva a ser uma constante e a deixar diversos lençóis de água espalhados pela pista, todos os pilotos conseguiram ainda assim proporcionar um agradável espetáculo nesta primeira corrida do dia do CPV 1300 à qual faltou apenas o colorido do público que ficou ausente desta jornada em Braga por força do contexto pandémico do Covid-19.

Por categorias, Arnaldo Marques triunfou na Categoria H71, Paulo Mendes terminou na frente entre os concorrentes à ategoria Legends, José Fafiães foi o melhor entre os pilotos de categoria H75 e por fim, digno de registo, o brilhante sexto lugar à geral garantido por Manuel Alves na categoria 1, primeiro classificado entre os Fiat Punto que disputam o Desafio ANPAC. Miguel Barbosa, nono classificado à geral, venceu a corrida no Desafio Toyota, competição inserida no Desafio ANPAC.


A segunda corrida deste campeonato esteve agendada para o mesmo dia, domingo, às 14h10, como sempre, com 25 minutos de duração em pista.

Depois de uma primeira corrida em que foi batido na última curva à entrada da reta da meta, Paulo Mendes aos comandos do seu Toyota Starlet acabou por garantir o triunfo na segunda prova do CPV 1300, tirando partido do azar que bateu à porta de José Fafiães que estava nos controlos do Datsun 1200 que viu a vitória fugir-lhe à beira do fim.

Com o acelerador colado nas últimas voltas, José Fafiães, terceiro da geral, teve que gerir o seu andamento com o pé sobre o travão, acabando por perder as posições da frente nas últimas voltas primeiro para Paulo Mendes e logo depois também para João Braga, num Datsun 1200 que concluiu esta corrida no segundo posto.

Rui Alves e António Areal, ambos em Fiat Punto, fecharam o Top-5 da segunda corrida do dia chamando a si os lugares cimeiros referentes ao Desafio ANPAC

Já com a pista seca e com o Sol a fazer-se sentir sobre o asfalto do Circuito Vasco Sameiro, a segunda corrida do Campeonato de Portugal de Velocidade 1300, disputada no âmbito do ANPAC Racing Weekend, permitiu uma prestação global francamente diferente com menos incidentes em pista, mas nem por isso menos emotiva.


Paulo Mendes, em Toyota Starlet na categoria Legends, acabou por tirar o melhor partido do azar que bateu à porta do Datsun 1200 de José Fafiães, levando a melhor sobre João Braga e o já referido José Fafiães, ambos em Datsun 1200, incluído na categoria H75, conseguindo assim Mendes nesta segunda corrida o triunfo que lhe escapara na primeira prova realizada à chuva.

Atrás do trio da frente terminaram Rui Alves e António Areal, ambos concorrentes ao Troféu Punto e Desafio ANPAC.

Por categorias, Paulo Mendes foi o natural vencedor na Categoria Legends, João Braga levou a melhor entre os H75, Pedro Botelho com o seu Mini Cooper venceu nos H71, sobrando a vitória entre o Desafio ANPAC para Rui Alves com o Fiat Punto. Nota ainda para o triunfo de Miguel Barbosa no Desafio Starlet, ele que liderou um lote de cinco pilotos que vieram dar mais frescura e emoção a estas corridas.

Referência ainda para uma presença feminina entre o pelotão do CVP 1300 de Andreia Fonseca a pilotar um Toyota Starlet com uma excelente prestação no traçado do circuito bracarense.

O novo Campeonato 1300 provou assim a sua assertividade no panorama da Velocidade em Portugal ao conseguir 27 inscritos logo na primeira jornada, marcada sempre por boas corridas disputadas com emoção e entrega por parte de todos os que estiveram em pista.

O Campeonato de Portugal de Velocidade 1300 regressa no último fim de semana de Junho em Vila Real.


TAGS: Campeonato Nacional de Velocidade Clássicos 1300


PARTILHAR:

Deixe um comentário

Please Login to comment