Snapshot: O mito transmontano

Arquivos 25 Abr 2021

Snapshot: O mito transmontano

Por Ricardo Grilo

Em 1971 Nicha Cabral conseguiu alugar este Porsche 917K a David Piper para fazer aquela que era a grande prova nacional, disputada anualmente no circuito transmontano de Vila Real.
 
Uma corrida fantástica que reuniria os dois grandes mitos que disputavam as provas do mundial (Porsche 917 e Ferrari 512) numa sinfonia a 12 cilindros que marcou para sempre todos os presentes e, verdade se diga, todos os entusiastas do país.
 
Incluindo, decerto, as duas crianças que vemos nesta foto colorida que surpreendidas pelo intenso cantar do Porsche 917 K tapam os ouvidos à passagem do carro na curva da Salsicharia, ainda durante os treinos.
 
No dia seguinte, uma victória provável de Nicha Cabral seria travada por uma luz de pressão de óleo que acendeu no “tablier” do Porsche, obrigando a uma paragem nas boxes e a descida para o segundo posto, atrás do Porsche 908/2 do Príncipe Jorge de Bagration.
 
Ainda assim estava feita a festa, com uma prova memorável e a vontade de regressar aos comandos do magnífico 917K. O que viria efectivamente a suceder na derradeira prova do Campeonato Internacional de Marcas, em Watkins Glen, onde Cabral iria partilhar o volante do Porsche com o americano Tony Adamowicz e ainda fazer um extra na prova do campeonato Can-Am, tornando-se assim no único piloto português a participar numa prova deste campeonato de supercarros.
 
Imagem colorida por Ricardo Grilo


TAGS: Nicha Cabral


PARTILHAR:

Deixe um comentário

Please Login to comment