O Porsche 356 SL e a primeira vitória nas 24 Horas de Le Mans

Clássicos 21 Abr 2021

O Porsche 356 SL e a primeira vitória nas 24 Horas de Le Mans

Por Bruno Machado

Com 19 sucessos, a Porsche é recordista de vitórias nas 24 Horas de Le Mans, graças a máquinas tais como os 917, 936, 956, 962, ou ainda os mais recentes 919. Mas tudo começou com este: o 356 SL, na edição 1951 da prova francesa.
 
Nos anos que se seguem ao fim da Segunda Guerra mundial, ainda é forte o ressentimento para com a Alemanha, sobretudo em França, e é nesse contexto que é vedada a participação dos construtores alemães nas 24 Horas de Le Mans, quando esta é relançada em 1949. Mas o início da década seguinte marca também uma nova era de reconciliação e reaproximação com a Alemanha, desde já com a Declaração Schuman e o tratado da Comunidade Europeia do Carvão e do Aço que correspondem aos primeiros passos da construção da actual União Europeia.
 
É precisamente nessa altura, em 1950, que o director das 24 Horas de Le Mans, Charles Faroux, se encontra com Ferdinand e Ferry Porsche, sugerindo-lhes a participação da marca na edição de 1951. Este último não vê com maus olhos a ideia, percebendo logo o potencial de tal participação em termos de publicidade. Um bom resultado, ou mesmo uma vitória, numa prova já bastante mediatizada seria certamente benéfico para as vendas. Ganhar no domingo para vender na segunda…
 
Assim, a Porsche que ainda não tem nenhum “departamento competição”, desenvolve o 356 SL (Sport Leicht) a partir do 356 Gmünd, mais antigo mas com carroçaria em alumínio e por isso mais leve (650 kg) do que as carroçaria Reutter, mais recente mas em aço. A potência do motor 1100 cm3 é reduzida de 49 para 46 cavalos (por razões de fiabilidade) e o depósito de combustível é aumentado para 78 litros.
 

 
E é com apenas dois 356 SL, com os números 46 e 47, que a Porsche se apresenta no Circuito de La Sarthe. Mas nos testes nocturnos da quinta-feira, o 356 SL nº 47 despista-se e não é reparado a tempo da corrida. Se tivermos em consideração que outros chassis já tinham sido destruídos em testes na Alemanha, é com uma certa apreensão que é abordada a corrida com apenas um automóveis em pista!
 
De facto, apenas o 356 SL nº 46, pilotado por Auguste Veuillet e Edmond Mouche, é que está em condições de participar na corrida. Se ao longo da prova os Jaguars Type C são intocáveis vencendo na classificação geral, o 356 SL consegue a vitória na categoria 751 cm3-1100 cm3 (20º na geral) percorrendo os 2840,65 quilómetros a 118,36 km/h de média.
 
Primeira participação nas 24 Horas de Le Mans, primeira vitória. A Porsche, nascida três anos antes, apresenta-se ao mundo do automobilismo da melhora forma. Só uma coisa a lamentar: a ausência de Ferdinand Porsche, falecido em Janeiro desse ano. Este triunfo, no fundo, também é dele.
 

previous arrowprevious arrow
next arrownext arrow
previous arrownext arrow
Slider

TAGS: 24 Horas de Le Mans Porsche 356 SL


PARTILHAR:

Deixe um comentário

Please Login to comment