Ford Mustang Boss 302 de Parnelli Jones vai a leilão

Mercado 19 Abr 2021

Ford Mustang Boss 302 de Parnelli Jones vai a leilão

A série Boss do Ford Mustang é bastante radical e o nome foi dado quase que por acidente. O projecto, liderado por Larry Shinoda, estava a decorrer com o maior secretismo possível, para que a GM não soubesse o que a sua rival estava a desenvolver. Assim, até mesmo quando os colegas de Larry lhe perguntavam o que estava a desenvolver, ele simplesmente respondia “the boss’s car”.

Nasceu assim o Mustang Boss 302, um automóvel produzido para homologar o Mustang nas competições do Trans Am, onde obteve bastante sucesso. O Mustang era já um modelo de sucesso, tanto nas vendas, como nas pistas, muito graças ao trabalho de Carroll Shelby, mas o Boss 302 foi um projecto desenvolvido inteiramente pela Ford.

Os Mustang Boss 302 eram equipados com suspensão mais baixa, alavanca da caixa de velocidades da Hurst, travões de disco na frente, barras estabilizadoras mais espessas, torres da suspensão reforçadas e uma caixa de quatro velocidades específica. Exteriormente, tinham decalques exclusivos em ambas as laterais, assim como um lip frontal e um spoiler traseiro exclusivos. Mas, o que melhor caracteriza esta versão era o que estava debaixo do capot, o motor V8 302 preparado para competição, com 5 litros de cilindrada o que com as alterações efectuadas fazia a potência chegar até aos 290cv.


O Ford Mustang Boss 302 só esteve em produção de 1969 a 1970, com a Ford a descontinuar o modelo em 1971. Dessa forma, hoje são automóveis com bastante procura, principalmente entre os amantes do Ford Mustang.

Parnelli Jones foi o piloto que conseguiu a vitória na Trans Am de 1970, com um Ford Mustang Boss 302 da equipa Bud Moore Team. Mas, não só nas pistas Jones utilizava o Mustang Boss 302, já que pessoalmente foi proprietário de um durante várias décadas. Foi totalmente restaurado em 2006, altura em que foram feitas algumas alterações para aumentar a potência para os 330cv, tendo percorrido menos de 3.000km desde o restauro.

Manteve-se na colecção particular de Parnelli Jones até 2019, altura em que foi vendido. Agora, a Mecum vai levá-lo a leilão, num evento em Indianápolis de 14 a 22 de Maio. O automóvel segue com uma placa da Ford assinada pelo próprio Parnelli Jones, uma fotografia autografada, uma declaração de propriedade e ainda com a matrícula especial da Califórnia com a inscrição “PJ Boss”.

previous arrow
next arrow
previous arrownext arrow
Slider

TAGS: Ford Mustang Mecum Parnelli Jones


PARTILHAR:

Deixe um comentário

Please Login to comment