Giorgetto Giugiaro: Um génio do design automóvel

Arquivos 11 Abr 2021

Giorgetto Giugiaro: Um génio do design automóvel

Giorgetto Giugiaro nasceu a 7 de Agosto de 1938, em Garessio, Itália. Toda a sua família tinha presente uma veia artística, por exemplo, o seu avô, Luigi, fazia pinturas em igrejas e o seu pai, Mario, produzia arte religiosa decorativa e pinturas a óleo. Giugiaro seguiu os passos da família e em 1952, com apenas 14 anos, foi para uma escola de design em Turim.
 
No entanto, o caminho seguido por ele seria diferente, estudando belas artes durante o dia e desenho técnico à noite. Em 1955, na exposição de final de ano dos alunos da escola de Golia, Giugiaro expôs alguns desenhos de automóveis que chamaram a atenção do engenheiro chefe da Fiat. Dante Giacosa contratou Giugiaro, com apenas 17 anos, para o Centro Stile de Veículos Especiais da Fiat, em Mirafiori, mas durante o tempo que esteve ao serviço nenhum dos seus desenhos foi aprovado.
 
Frustrado, Giugiaro mostra alguns desenhos a Nuccio Bertone, que lhe dá um desenho de teste. Nuccio comprou o desenho e contratou logo o jovem designer, em 1960. Esse desenho iria transformar-se no Alfa Romeo 2000, sendo o primeiro automóvel de Giorgetto Giugiaro. Dentro da Bertone, teve a liberdade de desenhar, sem qualquer restrição e, num curto espaço de tempo, tornou-se chefe de design. Foi na Bertone, que desenhou diversos automóveis icónicos, como o Alfa Romeo Giulia Sprint, Ferrari 250GT SWB Bertone, BMW 3200CS, Iso Grifo e até o Mazda Familia, o primeiro automóvel de produção em grande escala da Bertone.
 
Em 1966, depois de seis anos ao serviço da Bertone, Giugiaro vai para a Ghia, trabalhando no Maserati Ghibli, De Tomaso Mangusta, Iso Fidia e até no desenvolvimento do Ford Mustang. Passados apenas dois anos saiu da Ghia, fundando, em Fevereiro de 1968, a sua própria empresa, a Italdesign Giugiaro.
 

 
Investindo o seu próprio capital, tanto profissionalmente, como monetariamente, Giugiaro conseguiu elevar a sua empresa e em 1971 criou um departamento para design industrial. A Italdesign, nessa altura, desenhava automóveis, motociclos, interiores para barcos e até aviões, além de casas, móveis, relógios, armas, câmaras para a Nikon, computadores para a Apple e óculos de sol. Contudo Giugiaro nunca perdeu a sua paixão pelos automóveis. Trabalhou com quase todas as marcas, desenvolvendo mais de 200 desenhos, como o Volkswagen Golf MK1, BMW M1, Maserati Bora e Merak, Lotus Esprit S1, DeLorean DMC-12, Maserati Spyder e até automóveis baratos como o Yugo ou protótipos, como o Lamborghini Calà e Ferrari GG50.
 
Giorgetto Giugiaro ganhou diversos prémios de design, como o Compasso D’Oro pelo seu desenho no Fiat Panda e outro referente ao Fiat Punto. Ganhou também o Golden Steering Wheel pela sua brilhante carreira. Em 1999 foi votado, por 130 jornalistas dedicados o mundo automóvel, como o Designer of the Century. Em 2002, entrou no Hall of Fame do Palaexpo, em Genebra. Em 2013 ganhou o Antonio Feltrinelli Prize que premeia os “mestres” de variadas áreas.
 
Em 2010 o Grupo Volkswagen comprou a Italdesign, para desenvolver os trabalhos de desenho dos automóveis do grupo.
 

previous arrowprevious arrow
next arrownext arrow
previous arrownext arrow
Slider

TAGS: Giorgetto Giugiaro Italdesign Giugiaro


PARTILHAR:

Deixe um comentário

Please Login to comment