Odette Siko: A senhora Le Mans

Arquivos 02 Abr 2021

Odette Siko: A senhora Le Mans

Por Ricardo Grilo

Embora seja difícil determinar qual terá sido a sua primeira prova, sabemos que a francesa Odette Siko começou a competir no final dos anos 20.
 
Em 1930 iria cumprir a primeira de quatro participações nas 24 Horas de Le Mans. O carro escolhido foi o Bugatti Type 40 da sua amiga Marguerite Mareuse, equipado com um motor de quatro cilindros e 1,5 litro. A estreante dupla levaria o carro até a um excelente 7º posto da geral, com a promessa de regressar no ano seguinte. Mas em 1931 o Bugatti Type 40 acabaria por ser desclassificado e a dupla desfeita.
 
Para a edição de 1932 das 24 Horas de Le Mans, Odette Siko iria adquirir um magnífico Alfa Romeo 6C 1750 com compressor e 100 cv de potência. Para dividir a pilotagem Odette Siko convidou o seu compatriota Louis Charavel “Sabipa”. Muito rápidos, conseguiriam um brilhante 4º posto da geral e primeiro na classe até 2 litros. Uma marca tão notável que seria o melhor resultado de uma mulher nas 24 Horas de Le Mans, até hoje!
 
No ano seguinte a mesma dupla regressou a Le Mans para ver Siko despistar-se na recta das Hunaudières e destruir o Alfa Romeo contra uma árvore. A perda do competitivo veículo levou a uma mudança na carreira, passando Odette Siko a disputar provas de estrada, estreando-se no rali feminino de Paris a Saint-Raphaël tendo como companheira a famosa Helle Nice.
 
Em 1937 regressaria às pistas, mas não para fazer corridas. O projecto, patrocinado pelos lubrificantes Yacco, pretendia conquistar diversos recordes do mundo. Odette Siko iria chefiar uma equipa de quatro mulheres onde pontificavam os nomes de Helle Nice, Simone de Foreste e Claire Descollas. Nos dez dias de ensaios em Montlhéry conquistariam 25 recordes mundiais, alguns dos quais permanecem invictos na actualidade. O veículo era um Matford, modelo construído em Estrasburgo que vinha equipado com um motor Ford V8 de 3,6 litros. Com ele, as quatro senhoras rodariam 30.000 km à velocidade média de 140 km/h.
 
Dois anos depois, ou seja, em 1939, Odette Siko regressou ao Rali de Monte Carlo com um Matford V8. Partindo de Tallinn, chegaria ao Mónaco num razoável 18º lugar da geral.
 
Alguns meses mais tarde o início da Segunda Guerra Mundial interromperia em definitivo a carreira desportiva de Siko.
 
Nada mais sabemos do seu percurso a partir dessa altura. Terá morrido durante a guerra?
 

 
Imagem colorida por Ricardo Grilo


TAGS: Odette Silko


PARTILHAR:

Deixe um comentário

Please Login to comment